19/05/19

Alonso é eliminado e não corre 500 milhas

Fernando Alonso não conseguiu bater três rivais na repescagem, o Bump Day, e foi eliminado das 500 Milhas de Indianápolis. Sage Karam foi o mais veloz do Bump Day e os outros dois classificados que disputaram a vaga com Alonso foram Kyle Kaiser e James Hinchcliffe.
Durante a sessão de domingo, o espanhol só conseguiu rodar 0,1mph mais rápido do que o melhor de sábado e teve que assistir da pit lane Kyle Kaiser, do Juncos Racing, tomar a sua vaga no evento do dia 26. Agora, a única opção para Alonso estar no grid da semana que vem é comprar uma das vagas.

Depois de não ter chegado ao top 30 na fase de qualificação, no sábado, Fernando Alonso teve que disputar  a “Last Row Shootout”, a repescagem, para tentar se qualificar O bicampeão mundial de Fórmula 1 foi o quarto mais rápido de seis pilotos disputando os três últimos lugares grid. A média de quatro voltas de 227.353mph de Alonso foi superada pelo americano Kyle Kaiser por apenas 0,019mph na última corrida.
Foi um golpe amargo para Alonso, que deixou a F1 para se concentrar em ganhar a Indy.
“Uma semana difícil, sem dúvidas”, disse Alonso na mídia social. “Tentamos o nosso melhor, mesmo hoje, com uma configuração e uma abordagem completamente diferentes, quatro voltas no acelerador, mas não fomos rápidos o suficiente. Nunca é fácil dirigir por aqui a 227 mph, e queremos mais velocidade … Nós tentamos o nosso melhor e temos sido corajosos às vezes, mas havia pessoas fazendo um trabalho melhor do que nós. O sucesso ou as decepções só acontecem se você aceitar grandes desafios. Aceitamos. Graças ao apoio maciço, sempre aqui no autódromo e a todos em casa”.
O piloto de 37 anos fazia sua segunda aparição na histórica super rápida pista de 4 km. Em 2017, ele se classificou em quinto e liderou por 27 voltas antes de abandonar com uma falha de motor nas últimas voltas, com um McLaren para a equipe da Andretti.
Alonso foi o 31º mais rápido no sábado e perdeu um lugar no grid que admitiu os 30 pilotos mais rápidos.