10/05/19

Mercedes domina com dobradinha o 1º dia em Barcelona

Em uma pista onde a Ferrari é tida como franca favorita, a Mercedes saiu na frente e dominou o primeiro dia de treinos para o GP da Espanha, no circuito de Montemeló, em Barcelona, a ser disputado no domingo, a partir das 10 e 10. Valtteri Bottas liderou o treino da manhã, com 1m17s951 e confirmou a liderança à tarde, com1m17s284. Lewis Hamilton, que foi o 4º colocado no primeiro treino, completou a dobradinha da Mercedes à tarde, com 1m17s333. A Ferrari, usando um novo motor, ocupou as duas posições seguintes, com Leclerc à frente de Sebastian Vettel. O francês fez 1m17s585, contra 1m17s673 do francês. O W10 da Mercedes superou o SF90 da Ferrari tanto com os compostos mais macios quanto os mais duros.

Max Verstappen, da Red Bull, foi o 5º, com um motor Spec 2, já usado no Azerbaijão, por causa de um vazamento de óleo no treino da manhã. Gasly, que foi em sétimo, correu com o Spec 1 que ele usou na Austrália e n a China, mas amanhã, na qualificação dos dois pilotos deverão ser equipados com o segundo motor.

Magnussen, como quase sempre, foi o primeiro a ir para a pista e liderou a classificação por algum tempo, com 1m18873, até Vettel, aos 15 minutos, marcar 1m18s989, 1m18s766 e 1m18s546. Leclerc na primeira entrada fez 1m19s550 e Pierre Gasly 1m19s059.

A liderança de Vettel durou até os 21 minutos de treino, quando Valtteri Bottas marcou 1m18s259 e em seguida, com pneus macios, baixou o tempo para 1m17s835. Nessa bateria de compostos s macios, Hamilton fez 1m18s647; Vettel, 1m17s673 (que seria seu tempo final) e Leclerc, 1m17s700. Aos 36 minutos, Leclerc assumiu a liderança, com 1m17s585 e aos 50 minutos os 10 primeiros eram Leclerc, Vettel, Bottas. Grosjean, Magnussen, Gasly, Verstappen, Hamilton, Raikkonen e Albon.

Aos 54 minutos, porém, a situação mudou. Bottas assumiu a ponta com 1m17284; Hamilton passou a segundo, com 1m17s410 e confirmou a posição com 1m17s333.

A Haas voltou a dominar o meio do grid, com Grosjean, com atualizações do VF19, sendo mais rápido do que Magnussen, que usou uma versão anterior, para comparação.

Nos últimos 20 minutos, as equipes passaram a fazer simulação de corrida, com tanque cheio e trocas de pneus. Com os macios, Hamilton fez 1m22s657, e com os duros, 1m22s117 e 1m23s333.Verstappen também com pneus duros marcou 1m22s876; Leclerc, 1m 22s612 e Bottas, com pneus médios fez 1m22s121.

A classificação final do segundo treino ficou assim;

Posição Piloto Equipe Tempo Voltas
Valtteri Bottas Mercedes 1m17s284 35
Lewis Hamilton Mercedes 1m17s333 35
Charles Leclerc Ferrari 1m17s585 42
Sebastian Vettel Ferrari 1m17s673 41
Max Verstappen Red Bull 1m18s035 30
Romain Grosjean Haas 1m18s153 42
Pierre Gasly Red Bull 1m18s238 34
Kevin Magnussen Haas 1m18s355 40
Carlos SAINZ Mclaren 1m18s658 45
10º Daniil Kvyat Toro Rosso 1m18s722 40
11º Kimi Raikkonen Alfa Romeo 1m18s727 30
12º Alexander Albon Toro Rosso 1m18s7789 44
13º Lance Stroll Racing Point 1m18s839 33
14º Nico Hulkenberg Renault 1m18s861 43
15º Daniel Ricciardo Renault 1m18s934 40
16º Lando Norris McLaren 1m19s041 43
17º Antonio Giovinazzi Alfa Romeo 1m19s427 37
18º Sergio Perez Racing Point 1m19s448 40
19º George Russel Williams 1m20s191 38
20º Robert Kubica Williams 1m20s781 23