Publicidade
14/05/17

Hamilton vence, mas Vettel é o 2º e mantém a liderança

 

Depois de uma disputa acirrada e graças à estratégia de pit stops da Mercedes, Lewis Hamilton venceu o Grande Prêmio da Espanha, neste domingo, no circuito de Barcelona. O piloto inglês, que completou o percurso em 1h35m56s497., fez também a volta mais rápida, com 1m23s593, na sua segunda vitória na temporada e a 55ª na carreira. Sebastian Vettel, que tinha assumido a liderança na largada, chegou no 2º lugar, a 3s490 de Hamilton e manteve a liderança do campeonato, com 104 pontos contra 98.  Daniel Ricciardo beneficiou-se do abandono de Valtteri Bottas, Kimi Raikkonen e Max Verstappen para chegar em 3º e obter o primeiro pódio deste ano;

Felipe Massa, que tinha a 9ª posição, teve um pneu furado num choque com Fernando Alonso, na largada, quando disputavam a 6ª posição, foi para o box e, obrigado a fazer 3 paradas. O brasileiro foi também atingido por Stoffel Vandoorne, da McLaren, na volta 34 , e terminou em 13º. Fernando Alonso, 7º no grid, também foi prejudicado pelo choque, chegando em 12º. A corrida foi muito boa para a Force India, que garantiu o 4º e o 5º lugares, com Sergio Perez e Esteban Ocon, respectivamente, à frente de Nico Hulkenberg, 6º colocado.  Outras surpresas foram Pascal Wehrlein, em 7º, seguido de Carlos Sainz e Daniil Kvyat, da Toro Rosso, que entrou na zona de pontuação graças a um furo de pneu de Kevin Magnussen.  Kvyat também superou Romain Grosjean, que chegou em 10º.

N alargada, Sebastian Vettel ultrapassou Hamilton antes da primeira curva, enquanto Valtteri Bottas tocava na roda traseira direita de Kimi Raikkonen, jogando contra Max Verstappen. Estes dois tiveram danos na suspensão e nas rodas, sendo obrigados a deixar a pista ainda na volta inicial. Massa, tocado por Alonso, teve que ir ao box trocar o pneu furado e voltou na 18ª posição.

Na volta 22, Hamilton fez sua primeira parada, colocando pneus médios.  Bottas assumiu então a liderança, pressionado por Vettel, que pressiona e quase bate no rival, que fecha a porta, evitando a ultrapassagem opor dentro.Quatro voltas depois, porém, o alemão consegue assumir a primeira colocação, com ultrapassagem espetacular sobre o finlandês, que retardava o ritmo, a fim de permitir a aproximação de Hamilton. .  Na volta 27, Bottas faz a sua primeira parada, colocando também pneus médios. Na volta 34, Vandoorne bate em Massa, roda e vai para areia, provocando safety car virtual e causando a terceira parada do brasileiro.

Na volta 37, Hamilton faz sua segunda parada e voltou aos pneus macios, com os quais cruzou a linha de chegada. Na volta seguinte, Vettel manteve os pneus macios, voltou mais rápido, disputou o primeiro lugar roda a roda com Hamilton, e tomou a liderança do inglês.  Na volta 39, o motor de Bottas estourou e a equipe pediu que ele parasse logo, para evitar danos mais graves.  Na volta 40, os dez primeiros eram Vettel, Hamilton, Ricciardo, Perez, Ocon, Hulkenberg , Wehrlein, Sainz, Magnussen e Grosjean.

O aumento de 100 metros na área de uso da asa aberta, sugerido por massa e adotado pela direção d aprova, acabou beneficiando Hamilton. Com menos de 1 segundo de diferença e com mais espaço para acelerar mais o inglês passou Vettel na volta 44. Mostrando o acerto da equipe na seleção dos pneus, Hamilton chegou ao final faz endo 29 voltas com o jogo de compostos médios, colocado na volta 37 e ainda se deu ao luxo de fazer a volta mais rápida, na 64, com 1m23s593. Vettel perdeu a última chance de alcançar e, talvez , ultrapassar Hamilton na volta 62, quando titubeou e perdeu tempo ao tentar passar por Felipe Massa.

A classificação final do GP da Espanha foi a seguinte:

Posição Piloto Equipe Tempo
Lewis Hamilton Mercedes 1h35m56s497
Sebastian Vettel Ferrari a 3s490
Daniel Ricciardo Red Bull 1m15s820
Sergio Perez Force India 1 volta
Esteban Ocon Force India 1 volta
Nico Hulkenberg Renault 1 volta
Pascal Wehrlein Sauber 1 volta
Carlos Sainz Toro Rosso 1 volta
Daniil Kvyat Toro Rosso 1 volta
10º Romain Grosjean Haas 1 volta
11º Marcus Ericsson Sauber 1 volta
12º Fernando Alonso McLaren 2 voltas
13º Felipe Massa Williams 2 voltas
14º Kevin Magnussen Haas 2 voltas
15º Jolyon Palmer Renault 2 voltas
16º Lance Stroll Williams 2 voltas
Não completaram,
Valtteri Bottas Mercedes Volta 40
Stoffel Vandoorne McLaren Volta 35
Max Verstappen Red Bull Volta 1
Kimi Raikkonen Ferrari Volta 1

 

 

 

Com esses resultados a classificação do campeonato ficou assim:

 

Pilotos

 

1º – Vettel, 104

2º – Hamilton, 98

3º – Bottas, 63

4º – Raikkonen, 49

5º – Ricciardo, 37

6º – Verstappen, 35

7º – Perez, 34

8º – Ocon, 19

9º – Massa, 18

10º – Sainz, 15

11º – Hulkenberg, 14

12º – Wehrlein, 6

13º – Grosjean, 5

14º – Magnussen, 4

15º – Kvyat, 4

16º – Stroll. 0

17 º – Ericsson, 0

18º – Giovinazzi, 0

19º – Alonso, 0

20º – Vandoorne, 0

21º – Palmer, 0

 

Equipes

1º – Mercedes, 161

2º -Ferrari, 153

3º – Red Bull, 72

4º – Force India, 53

5º – Toro Rosso, 21

6º – Williams, 19

7º – Renault, 14

8º – Haas, 9

9º – Sauber, 0

10º – McLaren, 0

 

A próxima corrida será o GP de Mônaco, no dia 28.