30/11/19

Hamilton é pole com recorde para a pista de Abu Dhabi

Com o tempo de 1m34779, novo recorde para pista de Yas Marina, Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou a pole position para o GP de Abu Dhabi, a última corrida da temporada de 2019 da F1, a ser disputado neste domingo, a partir das 10e 10, com transmissão da TV Globo. Valtteri Bottas, também da Mercedes, foi o segundo na etapa de classificação, com 1m34s973, mas vai largar da última posição, punido por troca de elementos da unidade de potência. O seu lugar na primeira fila vai ser ocupado por Max Verstappen, da Red Bull, que fez 1m35s139. A segunda fila será formada pela Ferrari, com Charles Leclerc, em 3º, com 1m35s219, e Sebastian Vettel em 4º, com 1m35s339.

A etapa de classificação começou com o sol ainda aparecendo e a temperatura da pista em 32 graus. Alexander Albon, da Red Bull, que foi o primeiro a ir para a pista, seguido pelos carros da Alfa Romeo e Haas, fez 1m37s699. Em seguida, Verstappen marcou 1m36s390; Carlos Sainz fez 1m37s358; Leclerc, 1m36s480; Hamilton, 1m36s231 e Bottas, 1m36s468. Vettel rodou na última curva e teve de abortar sua primeira tentativa e na segunda marcou 1m 36s963. Na segunda bateria de voltas lançadas, Hamilton baixou seu tempo para 1,35s851; Bottas fez 1m36s200 e Albon assumiu a segunda posição, com 1m36s112. Foram eliminados Romain Grosjean, Antonio Giovinazzi, Kimi Raikkonen, George Russel e Robert Kubica.

No início da Q2, a temperatura ambiente era de 25 graus e na pista pouco mais de 30 graus e os carros da Mercedes e Red Bull, saíram com pneus médios, os que devem usar na largada de amanhã e a Ferrari começou com os compostos macios. Hamilton voltou a ficar na casa dos 35s, fazendo 1m35s634 e, em seguida, Albon marcou 1m36s718; Vettel, 1m35s786; Verstappen, 1m36s275 e 1m37s863. Leclerc, que na segunda tentativa mudou para os pneus médios, fez 1m35s543, e Bottas, 1m35s674. Hamilton e Verstappen levantaram o pé numa segunda tentativa, para manter o tempo anterior e garantir a largada com pneus médios. Os eliminados da Q3 foram Sergio Perez, Pierre Gasly, Lance Stroll, Daniil Kvyat e Kevin Magnussen.

Na Q3, com o anoitecer, a temperatura da pista caiu para 29 graus. Hamilton, com pneus macios, foi o primeiro a ter o tempo exibido na TV, com 1m34s828, seguido de Bottas, também com macios e 1m35s188; Vettel, 1m35s339; Verstappen, 1m35s139, e Leclerc, 1m35s219. Numa segunda bateria, Verstappen não superou seu tempo anterior, Bottas baixou para 1m34s973; Leclerc também ficou com o tempo anterior, enquanto Hamilton fazia uma volta voadora para conquistar a sua 88ª pole position com 1m34s779.

A classificação final da qualificação foi a seguinte:

Posição Piloto Equipe Tempo
Lewis Hamilton Mercedes 1m34s778
Valtteri Bottas Mercedes 1m34s973
Max Verstappen Red Bull 1m35s139
Charles Leclerc Ferrari 1m35s219
Sebastian Vettel Ferrari 1m35s339
Alexander Albon Red Bull 1m,35s682
Lando Norris McLaren 1m36s436
Daniel Ricciardo Renault 1m36s456
Carlos Sainz McLaren 1m36s459
10º Nico Hulkenberg Renault 1m36s710
11º Sergio Perez Racing Point 1m37s055
12º Pierre Gasly Toro Rosso 1m37s089
13º Lance Stroll Racing Point 1m37s103
14º Daniil Kvyat Toro Rosso 1m37s141
15º Kevin Magnussen Haas 1m37s254
16º Romain Grosjean Haas 1m38s051
17º Antonio Giovinazzi Alfa Romeo 1m38s114
18º Kimi Raikkonen Alfa Romeo 1m38s383
19º George Russell Williams 1m38s717
20º Robert Kubica Williams 1m39s236

Com a punição por troca na unidade de potência, Valtteri Bottas larga do 20] lugar do grid e todos os outros pilotos ganham uma posição.