13/03/19

Ferrari leva à Austrália carro para comemorar os 90 anos

A Ferrari revelou que na abertura da temporada da F1, em Melbourne, o seu novo carro, o SF90, terá uma pintura especial para comemorar os 90 anos da fábrica e prometeu uma surpresa antes do GP da Itália, no domingo, a partir das 2 e 10 no Brasil. .
“Durante o final de semana do Grande Prêmio da Austrália, decoração do SF90, os uniformes dos pilotos e alguns equipamentos de pista da equipe terão o logo comemorando os 90 anos da Scuderia”, disse a Ferrari em um comunicado.
“A corrida em Melbourne representa o início das comemorações desse aniversário especial, que acontecerá durante toda a temporada de Fórmula 1 e também será exibido nas outras atividades de corrida da empresa do Cavalinho Rampante”.
O logo do aniversário será exibido na asa dianteira, na asa traseira, no nariz e na tampa do motor. Por causa da lei antitabaco da Austrália, a decoração especial não terá nenhuma referência à Mission Winnow, fabrica de cigarro que passou a ser a principal patrocinadora da Scuderia, com direito até de participação no novo nome da equipe, que voltará a ser usado a partir do GP do Bahrein.
Tommasi Di Guiovanni, diretor de comunicações globais da Philip Morris, confirmou que omissão da referência à sua empresa só acontecerá no Albert Park.
“A Mission Winnow permanecerá como a principal patrocinadora da Scuderia Ferrari em 2019. No entanto, nossa ação na Austrália é diferente de outros países. Iremos anunciar mais detalhes antes da corrida em Melbourne. A Mission Winnow cumpre as leis relacionadas às nossas atividades em todo o mundo. A Mission Winnow não divulga nem promove qualquer produto de tabaco ou marca de cigarros eletrônicos da Philip Morris”.

Durante um evento realizado no Geneva Motor Show, exposição que é Motor.es, Louis Camilleri, CEO da Ferrari, comentou a situação:
“Houve problemas com o departamento de saúde australiano e não havia tempo para a Philip Morris encontrar uma solução. Winnow não é uma marca, não tem nada a ver com tabaco, porque diz respeito à transição do tabaco para o eletrônico. Em qualquer caso, na Austrália, teremos uma surpresa para os fãs no carro “.
E Sebastian Vettel fez hoje o anúncio que a torcida da Ferrari, esperava. Como faz todos os anos, o piloto alemão divulgou o nome feminino colocado no seu SF90. Durante um evento na manhã desta quarta-feira, na Austrália, ele informou que o carro vai se chamar Lina.
“Tem um nome… chama-se Lina”, declarou ele. Em seu tempo na Red Bull, Vettel acrescentava um adjetivo aos nomes, como ‘pervertida’ ou ‘suja’. E quando perguntado se esse é um carro bonito, ele respondeu afirmativamente, brincando com o possível apelido: “Sim, ela é muito magra, então poderia ser ‘Lean (magra em inglês) Lina’”.