20/02/19

Em outra surpresa, Kvyat supera Raikkonen em Barcelona

De manhã, Kimi Raikkonen surpreendeu com o melhor tempo até então no terceiro dia de treinos da pré-temporada da Fórmula, com 1m17s762. Mas para a tarde estava reservada outra surpresa. Daniil Kvyat, de volta ao grid depois de um ano, na última hora do treino cravou 1m17s04, a melhor marca dos três dias de testes. Antes, os melhores tempos eram 1m18s161, de Sebastian Vettel, obtido na segunda-feira, e o 1m17s762 de Raikkonen, de hoje de manhã.
Com uma boa volta durante à tarde, Daniel Ricciardo subiu para o segundo lugar na última hora da sessão, antes de ser empurrado para terceiro devido à subida de Kvyat. Segundo pela manhã, Sebastian Vettel ficou com o quarto melhor tempo do dia, à frente de Max Verstappen. Nico Hulkenberg foi o sexto.
Pegando o carro da Haas na parte da tarde, Romain Grosjean ficou com o sétimo lugar, uma posição à frente da marca de Pietro Fittipaldi pela manhã.
A Mercedes foi para a pista nesta tarde com Lewis Hamilton após ficar em último com Valtteri Bottas pela manhã. O atual campeão também não foi veloz e ficou atrás da marca do finlandês. Ambos ficaram em 11º e 12º lugares, apenas à frente da Williams.
A razão para as melhorias repentinas no tempo está nos pneus. Tanto Kvyat quanto Raikkonen tiveram a mistura mais suave da Pirelli (C5) em suas corridas rápidas. Daniel Ricciardo escolheu o C4 um pouco mais difícil para a sua corrida mais rápida, o que manteve o Renault na 3ª posição.
A Ferrari ainda não usou as faixas vermelhas. Vettel fez sua melhor volta na segunda-feira nos pneus C3, médios. No final do dia, acabou perdendo seis décimos e meio. Também Max Verstappen, da Red Bull teve seu melhor momento com os pneus C3. O holandês registrou o quinto melhor tempo. A Red Bull perdeu algum tempo pela manhã com problemas de eletrônica e, após o giro de Pierre Gasly no dia anterior, a Honda substituiu todo o motor como precaução.
Atrás de Nico Hülkenberg, que pilotou o Renault antes do intervalo do almoço, o duo da Haas, Pietro Fittipaldi e Romain Grosjean ficou em sétimo e oitavo lugares. Os dois pilotos da equipe dos EUA foram particularmente notados porque pararam na pista. De manhã, Fittipaldi provocou a primeira bandeira vermelha, com um defeito de bomba de combustível, depois do intervalo de almoço, Grosjean teve que voltar duas vezes ao box.
O piloto da McLaren, Carlos Sainz, quase provocou outra interrupção. Ele escorregou no cascalho e teve de suspender metade da tarde devido a um problema com o mecanismo DRS na asa traseira.
Na Mercedes os dois pilotos concentraram-se fazer quilometragem, como nos dois dias anteriores. Com 182 voltas, a equipe alemã conseguiu o melhor total do dia. Tanto Valtteri Bottas pela manhã quanto Lewis Hamilton à tarde estavam cumprindo programa de simulações, que se desenrolou sem problemas significativos.

 

A classificação do terceiro dia de treinos ficou assim:

1 – Daniil Kvyat – Toro Rosso – 1m17.704s – 137 voltas
2 – Kimi Raikkonen – Alfa Romeo – 1m17.762s – +0.058 – 138
3 – Daniel Ricciardo – Renault – 1m18.164s – +0.460 – 80
4 – Sebastian Vettel – Ferrari – 1m18.350s – +0.646 – 134
5 – Max Verstappen – Red Bull – 1m18.787s – +1.083 – 104
6 – Nico Hulkenberg – Renault – 1m18.800s – +1.096 – 63
7 – Romain Grosjean – Haas – 1m19.189s – +1.485 – 69
8 – Pietro Fittipaldi – Haas – 1m19.249s +1.545 – 48
9 – Carlos Sainz – McLaren – 1m19.354s – +1.650 -90
10 – Sergio Perez – Racing Point – 1m20.102s – +2.398 – 67
11 – Valtteri Bottas – Mercedes – 1m20.693s – +2.989 – 88
12 – Lewis Hamilton – Mercedes – 1m20.818s – +3.114 – 94
13 – George Russell – Williams – 1m25.625s – +7.921 – 23

Kimi Raikkonen faz melhor tempo de manhã
Kimi Raikkonen voou na pista na manhã de quarta-feira, e fez o melhor tempo até então dos três dias de treinos da pré-temporada no circuito espanhol. Com pneus C3, o mais macio da Pirelli, e com o Alfa Romeo C38, na última hora do treino ele registrou 1m17s762, superando a marca de Sebastian Vettel de 1m18s161.
Vettel ficou com o segundo lugar, depois de ter liderado praticamente a manhã inteira, com o tempo, 1min18s350, bem à frente do resto dos rivais. Em terceiro ficou Nico Hulkenberg, da Renault, que, com o CR9 fez 1min18s800, apesar de não utilizar o DRS, após a falha com Daniel Ricciardo ontem no meio da reta.
Pietro Fittipaldi voltou à pista na manhã desta quarta-feira e fez um treino mais consistente, ficando no sexto lugar com o tempo de 1min19s249 e fazendo mais 48 voltas após as 13 inesperadas realizadas ontem. Todavia, seu carro teve um problema mecânico e ele foi obrigado a parar na área de escape, provocando bandeira vermelha e interrompendo o treino por alguns minutos. À tarde, Fittipaldi cederá o carro da Haas ao francês Romain Grosjean,
Valtteri Bottas foi o nono e último desta manhã, fazendo sua melhor volta em 1min20s693 – quase três segundos mais lento que a volta mais veloz de Raikkonen. O finlandês permaneceu discreto, mas ousou com uma corrida longa com o pneu C2 e foi quem deu mais voltas até aqui, com 88. Max Verstappen que completou apenas 33 voltas com o Red Bull RB15. A unidade de potência da Honda tem vibrações e vários relatórios na imprensa internacional sugerem que a equipe ainda não a utiliza em plena capacidade.
Carlos Sainz teve que esperar duas horas antes de chegar em sua McLaren MCL34 no terceiro dia de treinamento de pré-temporada, porque a equipe detectou um problema na caixa de velocidades e decidiu substituí-la, para a frustração do piloto Sainz que não esteve em pista até às 7h20 no Brasil. Quando finalmente o fez, confirmou a eficácia dos reparos com algumas voltas de instalação. Sainz escolheu o pneu C3 para sua primeira passagem, mas o interrompeu depois de quatro voltas.
A quarta-feira começou com a notícia de que o Williams FW42 já havia chegado ao circuito, na madrugada, após um atraso na fábrica que o impediu de participar dos dois primeiros dias de treinos. Os mecânicos trabalham contra o relógio, esperando que o carro possa estrear na sessão da tarde.
A classificação da manhã foi a seguinte:
1. Raikkonen 1m17s762 (Alfa Romeo) (64 voltas)
2. Vettel (Ferrari) 1m18s350 (80)
3. Hulkenberg (Renault) 1m18s800 (63)
4. Kvyat (Toro Rosso) 1m18s897 (48)
5. Verstappen (Red Bull) 1m18s899 (33)
6. Fittipaldi (Haas) 1m19s249 (48)
7. Sainz (McLaren) 1m19s354 (27)
8. Perez (Racing Point) 1m20s102 (43)
9. Bottas (Mercedes) 1m20s693 (88)