06/12/18

Chefes de equipe elegem Hamilton o melhor piloto do ano

Pelo segundo ano consecutivo, Lewis Hamilton foi apontado pelos chefes de equipe, em enquete da revista Autosport, como o melhor piloto da Fórmula 1 de 2018. O piloto inglês teve o voto de 8 dos 9 chefes consultados.

Hamilton liderou a tabela com 218 pontos, 79 a mais que Verstappen, o segundo,  e 113 a mais que Vettel, o terceiro. O piloto da Ferrari marcou apenas dois pontos a mais que Fernando Alonso em quarto. Valtteri Bottas ficou em 8º, à frente de Esteban Ocon, que superou seu companheiro de equipe na Force India de 2018, Sergio Perez, que não conseguiu entrar no top ten.

Como acontece após todas as temporadas, o site Autosport pediu para os chefes de equipe da Fórmula 1 nomearem seus 10 melhores pilotos. baseado no desempenho na pista ao longo do ano.

Os chefes da equipe que participaram foram: Toto Wolff, Christian Horner, Cyril Abiteboul, Gunther Steiner, Zak Brown, Otmar Szafnaeur, Fred Vasseur, Franz Tost e Claire Williams com apenas Maurizio Arrivabene, chefe da Ferrari, não participou.

A lista dos escolhidos é a seguinte:

Pos. Piloto Pts.
1 Lewis Hamilton 218
2 Max Verstappen 139
3 Sebastian Vettel 105
4 Fernando Alonso 103
5 Daniel Ricciardo 85
6 Charles Leclerc 71
7 Kimi Raikkonen 57
8 Valtteri Bottas 38
9 Esteban Ocon 27
10 Nico Hulkenberg 23

 

 

Lewis Hamilton foi escolhido também como  Personalidade do Ano pela PETA, entidade protetora dos animais.

O campeão da Fórmula 1 foi agraciado com o reconhecimento da organização por sua dieta vegana e por ter encorajado outros a seguir sua liderança ao abrir mão de carne, laticínios e outros produtos derivados de animais.

A fundadora da PETA, Ingrid Newkirk, disse: “Lewis Hamilton provou ser não apenas um piloto fantástico, mas também uma força para o bem e um poderoso aliado de animais usados ​​para alimentação.

“A PETA o está homenageando por inspirar sua legião de fãs a seguir sua liderança, impulsionar seus próprios níveis de energia e salvar vidas de animais tornando-se veganas”.

Lewis, de 33 anos, já falou sobre suas razões para se tornar vegano em uma tentativa de salvar o planeta.

Ele disse: ” A poluição  proveniente da quantidade de vacas que estão sendo produzidas é incrível. A crueldade é horrível e eu não quero necessariamente apoiar isso e quero viver uma vida mais saudável”.

E o piloto de corridas frequentemente usa suas contas de mídia social para incentivar seus fãs e seguidores a seguirem uma dieta vegana.

De acordo com a organização, cada pessoa que se torna vegana salva a vida de quase 200 animais por ano e reduz o risco de contrair muitas doenças potencialmente fatais.