Publicidade

Precursores

Por suas iniciativas três homens foram importantes para o surgimento das corridas de automóvel como são conhecidas hoje: James Gordon Bennett, magnata do jornalismo nos EUA;o nobre siciliano Vincenzo Florio, e o milionário norte-americano William Vanderbilt.

561px-James_Gordon_Bennett_SrJames Gordon Bennett era proprietário do jornal New Yok  Herald e um grande admirador do automobilismo, a ponto de pensar e organizar um troféu automobilístico internacional. Em 1899 foram elaboradas as regras da competição juntamente com o Automóvel Club da França e a corrida foi programada para o dia 14 de junho de 1900.  O percurso seria de 566 km de Paris a Lyon e foi mais uma corrida de obstáculos do que uma competição de velocidade, os pilotos sofreram interferência da polícia, de rebanhos de ovelhas e de muitos cães

A primeira copa internacional conhecida como Gordon Bennett admitia carros com qualquer tipo de motor, a explosão, elétrico ou a vapor, mas limitava a participação de apenas três carros por país. Estabelecia, também, um limite de peso para os veículos, entre 400 e 1000 kg, sendo que era levado em conta a variedade de motores existentes. Para os propulsores a explosão, o limite era determinado pela potência com cilindradas médias da ordem de 10 litros.

A Gordon Bennett foi disputada até 1905 principalmente por causa da limitação no número de carros. A França, que tinha uma grande indústria automobilística, não concordava com o  limite de três carros por país e abandonou a organização da Gordon Bennett. Em seu lugar, o Automóvel Clube da França organizaria uma nova corrida- o Grand Prix.

Paralelamente à realização da Gordon Bennett, uma prova nas estradas de montanha, em Bréscia, na Itália, foi organizada por Vincenzo Florio, em 1900. Em 1906 a corrida de Florio muda-se para a Sicília, no circuito de Madonie recebe seu nome definitivo: Targa Florio. O vencedor da primeira Targa Florio foi Alessandro Cagno, com um Itala. Para esta corrida os veículos chegavam à Sicilía por via marítima, vindos de toda a Europa. Seus pilotos iam atrás dos grandes prêmios estipulados. Em 1919, a Targa Florio voltou a ser realizada.

William VanderbiltEnquanto isso, do outro lado do Atlântico o milionário norte-americano William Vanderbilt que também era piloto amador em corridas européias,  decide patrocinar uma corrida nos Estado Unidos. É a Copa Vanderbilt que começa em 1904 num percurso triangular, em Long Island. Participam do Troféu Vanderbilt pilotos alemães, franceses, italianos e americanos que tiveram que enfrentar a curiosidade da multidão que invadiu a pista interrompendo a corrida. Mesmo assim um europeu venceu a  primeira copa: Heath ,com um Panhard.

A Copa Vanderbilt voltou a ser disputada em 1905 ,1906 e 1909. Mais uma vez a falta de controle da multidão que assistia a corrida impediu o seu término. em 1905 o vencedor foi outro europeu, Hérméry, com um Darracq e em 1906, Wagner, também com um carro Darracq.