Publicidade

Organização

3_96JNo início do século, os Automóveis Clubes já tinham organização suficiente para cuidar das corridas. O da França havia sido fundado em 1895, do da Inglaterra e da Bélgica, em 1896 e os da Itália, Holanda, Suiça e Austria, em 1897. Nos EUA e na Alemanha, o automóvel clube foi fundado em 1898. Finalmente foi fundada, em Paris, em 1904, a Association Internationale des Automobiles Clubs Reconnus (Associação Internacional dos Automóveis Clubes Reconhecidos), que mais tarde se transformaria na Federação Internacional de  Automobilismo, a FIA.

Esses primeiros organizadores do automobilismo criaram regulamentos flexiveis para dar liberdade a projetistas e construtores. Foi a partir desta idéia que nasceu o conceito de fórmula, expressão precisa que indica um padrão ou um tema técnico a desenvolver e que marcou a história dos grandes prêmios e o progresso dos carros de corrida.

Foi o Automóvel Clube da França que organizou o primeiro Grande Prêmio, em 1906. A corrida tomou lugar da Copa Gordon Bennett porque os franceses discordavam do regulamento desta prova. O primeiro Grand Prix foi disputado em dois dias consecutivos, 26 e 27 de junho, em uma pista perto de Le Mans, no circuito de estrada da  Sarthe, com 103 km. Os carros deveriam fazer cinco voltas no primeiro dia, passar a noite num estacionamento fechado e correr outras cinco voltas no dia seguinte, num total de 1 230 km.

4_1_7QPela primeira vez, apenas o piloto e seu mecânico podiam correr juntos e trabalhar no carro durante a corrida, em vez das equipes auxiliares que haviam caracterizado as provas Gordon Bennett. Esta determinação foi mantida até pouco antes da II Guerra Mundial. O limite de peso de 1000 kg continuava valendo e a maioria dos 32 carros participantes ficou perto do limite máximo.

Até 1906 o piloto e o mecânico eram obrigados a tirar a roda, desmontar o pneu e consertá-lo, montá-lo novamente e voltar a correr. A partir deste ano o regulamento passou a permitir a troca do aro com o pneu. Três das equipe – Fiat, Bayard-Clément e Renault  – usaram os novos aros separáveis da Michelin ,  o que simplificou a mudança de pneus.

Na metade do percurso do primeiro dia o húngaro Szisz, com um carro da Renault toma a liderança e acaba ganhando o GP na frente do Fiat do jovem piloto italiano Felice Nazzaro. Szisz havia obtido a velocidade média de 100 km por hora num percurso total de 1230 km.

Em 1907 o automobilismo ganhou projeção através do piloto italiano Felice Nazzaro e da construção da pista inglesa de Brooklands.  Nazzaro , com um carro Fiat, ganhou três corridas importantes: a Targa Florio , o Grande Prêmio francês e a Copa do Kaiser, competição realizada no circuito alemão de Taunus.