Publicidade

GP Brasil 1986

A corrida disputada no dia 23 de março de 1986 foi uma festa brasileira. Repetindo a façanha de José Carlos Pace e Emerson Fittipaldi em 1975, Nelson Piquet e Ayrton Senna ficaram com as duas primeiras colocações no Grande Premio do Brasil.  A dobradinha brasileira começou a ser formada logo na primeira volta. Senna, com Lotus, saiu na frente seguido por Nigel Mansell e Piquet, os dois pilotos da equipe Williams. No final do retão de Jacarepaguá, Mansell tentou ultrapassar Senna, esbarrou no carro do brasileiro, saiu da pista e abandonou a prova.

Nélson Piquet assumiu a liderança na terceira volta e mesmo tendo que parar duas vezes para troca de pneus manteve o primeiro lugar até o final. Ayrton Senna, que optou por não parar nos boxes, recebeu a bandeirada a 35 segundos de Piquet. O único piloto que chegou a se intrometer entre os dois brasileiros, depois do abandono de Mansell, foi Alain Prost. O francês chegou a liderar a corrida durante a primeira parada de Piquet, mas sua McLaren quebrou na volta de número 30.