Publicidade

GP Brasil 1978

Em 1978, a etapa brasileira do campeonato mundial da Formula 1 mudou de cenário. O autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, sediou a corrida disputada no dia 29 de janeiro. Debaixo de um sol fortissimo, o público assistiu à uma exibição perfeita de Carlos Reutmann. Com uma Ferrari muito superior aos outros carros, o argentino não deu chances para ninguém. Abriu tamanha vantagem que nenhum piloto conseguiu ao menos chegar perto dele. Dessa forma, as maiores emoções da prova ficaram por conta de Emerson Fittipaldi e seu Copersucar.

Aos poucos, Emerson foi ultrapassando seus adversários, conquistando posições, até que na volta 57, superou a Lotus do norte-americano Mário Andretti e alcançou o segundo lugar. Foi uma explosão de alegria no autódromo de Jacarepaguá. Nos metros finais da prova, Emerson se aproximou vagarosamente para receber a bandeirada, porque a pista já estava invadida por uma multidão emocionada que comemorava o melhor resultado obtido pela equipe Copersucar em sua breve história na Formula 1.