Publicidade

GP Brasil 1972

Trinta de março de 1972. A data histórica marca a primeira corrida de Formula 1 realizada no Brasil. A novidade levou mais de 100 mil pessoas ao autódromo de Interlagos, em São Paulo. A prova, extra-oficial, não contou pontos para o campeonato mundial. Doze pilotos alinharam seus carros na largada, entre eles, quatro brasileiros: Emerson Fittipaldi, com Lotus, Wilsinho Fittipaldi, com Brabham, José Carlos Pace, com March, e Luis Pereira Bueno, com um March alugado especialmente para a corrida. A multidão, é claro, torcia por uma vitória de Emerson, que já era um dos grandes nomes da categoria.

O duelo da prova, desde os treinos, estava marcado entre Emerson e o sueco Ronnie Peterson, que correu com um March. O brasileiro liderou a prova desde o começo. Ao piloto sueco coube a batalha pelo segundo lugar com o argentino Carlos Reutmann, pilotando um Brabham. Mas, quando faltavam apenas seis das trintas e sete voltas da corrida, uma enorme frustração tomou conta da torcida. A suspensão traseira da Lotus de Emerson quebrou e o brasileiro abandonou a prova. A vitória ficou com Carlos Reutmann, deixando o segundo lugar para Ronnie Peterson.