Publicidade

A invenção

No dia 4 de junho de 1886, o jornal alemão Neue Badische Landeszeitung publicava: “ Os amadores do esporte ciclista não deixarão de estar interessados em saber que um grande progresso acaba de ser realizado neste setor, graças a uma nova invenção da empresa local, Benz e Cia. Está-se construindo, neste momento, nesta empresa, um triciclo movido por um motor cuja concepção é de um motor a gás. Não se pode duvidar que este velocípede com motor terá rapidamente numerosos amigos, pois deveria tornar-se muito prático e útil para os médicos, os viajantes e os desportistas”.

O dia 29 de janeiro de 1886 é considerada a data oficial do nascimento do automóvel.  Neste dia o alemão Karl Benz  conseguiu a patente de sua mais nova invenção:  o primeiro carro a motor. Na verdade era um triciclo equipado com motor de combustão interna e movido a gasolina. Cinco meses depois ele testou publicamente o veículo .

A invenção do motor móvel de Karl Benz coincidiu com a patente do automóvel desenvolvido por Gottlieb Daimler  e Wilhelm Maybach, que, no ano anterior, haviam fabricado a primeira motocicleta da história . Os três passaram a ser os pais da “carruagem sem cavalos”. Já no ano de 1885 Karl Benz e Gottlieb Daimler, engenheiros alemães,  trabalhavam separadamente nos motores dos primeiros veículos com motor a gasolina.  Benz em Mannheim e Daimler a 60  km dali, num subúrbio de Stuttgart chamado Connstatt.

Coube a Daimler a façanha de  transformar uma bicicleta de madeira, muito incômoda, mas resistente para suportar seu motor, na primeira motocicleta , A engenhoca foi testada por três quilometros e o resultado foi considerado ótimo pelos seus criadores. Para Daimler o importante era conseguir um motor confiável e isso estava garantido. Em 1886, Daimler testa o primeiro veículo de quatro rodas movido a gasolina, dividindo, com Benz a paternidade da nova invenção.

Enquanto isso, em Mannheim, Benz trabalhava em seu motor que deveria ser pequeno para poder render mais. Ele estava envolvido por uma idéia fixa: construir o “motowagen”, ou o veículo motorizado. Quando requereu a patente sobre o motor instalado num triciclo, Benz já era reconhecido como o fabricante de êxito na produção de motores industriais.  Além disso, havia realizado algumas invenções que contribuiriam para melhorar os motores: a regulagem por estrangulamento, a queima de combustível gerada por bateria e o comando por válvulas de admissão e escape. O motor que ele patenteou possuía uma cilindrada de 0,9 litros e potência de 9 HP, a 400 rotações por minuto.

Naquela época, o meio de transporte mais importante era a ferrovia. As antigas carruagens estavam relegadas ao  transporte local. Por causa disso, as estradas eram mal conservadas, com poucas condições para a passagem das carruagens sem cavalos.