México 2018

Data – 28 de outubro de 2018

Circuito – Autódromo Hermanos Rodriguez

Pista – 4.304 metros

Voltas – 71 – 305,354 km

Pole –  Daniel Ricciardo –Red Bull –  1m14s759

Vencedor – Max Verstappen – Red Bull

Tempo –  1h38m28s 851

Volta mais rápida –  Valtteri Bottas – Mercedes – 66 – 1m18s741

Líderes –  Mss Verstappen (1-13), Sebastian Vettel (14-17), Max Verstappen (18-71)

Qualificação

Quando todos apostavam em Max Verstappen, que liderou todos os treinos  livres e  a segunda  fase da qualificação, foi o seu companheiro  na Red Bull, Daniel Ricciardo, quem conquistou a pole position  para o Grande Prêmio  do México.  No último minuto da Q3, o piloto australiano, que tinha tido atuação discreta nas duas primeiras fases da qualificação, encontrando pista praticamente limpa, fez uma volta voadora. E, com 1m14s759, novo recorde da pista, conquistou o primeiro lugar do  grid, a  3ª pole position na carreira e a 2ª na atual temporada. Antes saiu da primeira posição também em Mônaco.

Verstappen, que depois da sessão de qualificação não escondia seu desapontamento,  e cumprimentou protocolarmente o companheiro, foi o segundo colocado, com 1m14s785. Para explicar o resultado, alegou  que teve problemas de rendimento do motor e travagem das rodas  traseiras. Essa poderia ser a primeira pole position da carreira do holandês e ele poderia também ser  coroado o mais jovem  a conquistar essa posição na história da Fórmula.

Lewis Hamilton, da Mercedes, foi o 3º colocado, com 1m14s894 e Sebastian Vettel, da Ferrari, com 1m14s970 largaram ao lado dele, na segunda fila. Valtteri Bottas, Kimi Raikkonen, Nico Hulkenberg, Carlos Sainz, Charles Leclerc e Marcus Ericsson completaram a lista dos 10 primeiros colocados.  Bottas conseguiu evitar uma punição  com perda de posições no grid porque a Mercedes, em duas horas,  substituiu o motor  que quebrou no 3º treino livre por outro que já havia sido usado antes.  Como não houve troca de componente, não houve motivo para penalidade.

Depois da chuva da manhã, a pista estava seca e a temperatura era de 25 graus quando os primeiros carros saíram para a Q1.  O primeiro a ter tempo registrado foi Pierre Gasly, da Toro Rosso,  que fez  1m17s876. Ele ainda baixaria esse  tempo para 1m16s828, para ser o 15º colocado, mas terá de largar da 20º posição, para cumprir punição de 20 lugares, por causa de troca do motor Honda.

Valtteri Bottas foi o segundo a marcar tempo e, com pneus ultramacios, fez 1m17s160. Em seguida, Kimi Raikkonen, de hipermacios,  cravou  1m16s543, batendo pela primeira vezo recorde da pista. Não demorou, porém, para que a marca fosse batida de novo, pro Sebastian Vettel, com 1m16s009, enquanto  Hamilton fazia  1m16s666. Ainda nessa primeira bateria de voltas rápidas, Ricciardo, com 1m15s866,  estabeleceu novo recorde, logo superado por Verstappen, com 1m15s756,  por Hamilton, com 1m15s673 e Bottas, com 1m15s580. No minuto final da Q1, os cinco primeiros eram Bottas, Hamilton, Verstappen, Ricciardo e Vettel, e Alonso escapava da degola, pulando  do 20º para o 9º lugar, enquanto Leclerc e depois Ericsson tomavam o lugar de Grosjean.  Além do piloto da Haas, foram eliminados Ocon, Magnussen, Stroll e Sirotkin,

Sob ameaça  de chuva, os pilotos se apressaram a ir para  a pista e buscar a volta rápida na Q2. Hamilton e Bottas, que tinham usado os supermacios, voltaram para a Q2 com os ultramacios, com os quais pretendem  iniciar a corrida.  Na primeira tentativa, o inglês fez 1m15s644 e o finlandês, 1m15s923. Vettel  ocupou o 2º lugar com 1m15s715, mas aos 5 minutos, todos  foram superados por Verstappen, com 1m15s640, também usando ultramacios.  Hamilton quase o alcançou, ficando a apenas 0s004, com 1m15s644. No  final, os cinco primeiros eram Verstappen, Hamilton, Vettel, Ricciardo e Bottas, enquanto eram eliminados Ocon, Alonso, Perez, Hartley e Gasly. Os pilotos da ponta ainda fizeram uma segunda bateria  de voltas, com pneus  hipermacios, mas  não se preocuparam com  tempo,  para começar a corrida com os ultramacios.

Todos os lideres foram para a pista assim que se abriu a pit lane para a Q3. Nos primeiros cinco minutos, Ricciardo fez 1m15s330; Vettel, 1.14s970; Hamilton, 1m15s071; Bottas, 1m15s160 e, por último, Verstappen garantiu o primeiro lugar, com 1m14s785. Depois de uma paralisação geral, nos últimos 3 minutos, Raikkonen, obteve 1m15s401; Vettel 1m15s11; Bottas, 1m15s369; Hamilton, 1m14s894; Verstappen, 1m15s024, e por último, Ricciardo surpreendeu com 1m14s759.

Grid

 

1 Daniel Ricciardo

Red Bull

1m14s759

2 Max Verstappen

Red Bull

1m14s785

3 Lewis Hamilton

Mercedes

1m14s894

4 Sebastian Vettel

Ferrari

1m14s970

5 Valtteri Bottas

Mercedes

1m15s160

6 Kimi Raikkonen

Ferrari

1m15s330

7 Nico Hulkenberg

Renault

1m15s827

8 Carlos Sainz

Renault

1m16s084

9 Charles Leclerc

Sauber

1m16s189

10 Marcus Ericsson

Sauber

1m16s513

11 Esteban Ocon

Racing Point

1m16s844

12 Fernando Alonso

McLaren

1m16s871

13 Sergio Perez

Racing Point

1m17s167

14 Brendon Hartley

Toro Rosso

1m17s184

15 Romain Grosjean

Haas

1m16s911

16 Stoffel Vandoorne

McLaren

1m16s966

17 Kevin Magnussen

Haas

1m17s599

18 Lance Stroll

Williams

1m17s689

19 Sergey Sirotkin

Williams

1m17s886

20 Pierre Gasly

Toro Rosso

Sem tempo

Pierre Gasly foi15º na qualificação, mas perdeu 15 posições por troca de componentes do motor

 Corrida

Lewis Hamilton, piloto inglês da Mercedes,  terminou no 4º lugar do GP do México, disputado neste domingo, no circuito Hermanos Rodrigues, e com o resultado garantiu o título de campeão  de 2018 e de pentacampeão da Fórmula 1.  Ele totalizou 358 pontos, e com vantagem de 64 ,  não poderá ser superado pelo rival mais próximo, Sebastian  Vettel, nas corridas o Brasil de Abu Dhabi, onde estarão em jogo 50 pontos. Hamilton, que já tinha os títulos de  2006, 2014, 2015 e 2017, iguala-se a Juan Manuel  Fangio, campeão em  1951, 1954, 1955, 1956 e 1957. O piloto mais vezes campeão continua sendo Michael Schumacher,  que venceu em  1994, 1995, 2000,2001,2002,2003 e 2004.

O vencedor da corrida foi Max Verstappen, da Red Bull,  que liderou com folga praticamente de  ponta a ponta e completou as 71 voltas, em 4.304 metros, em 1h38m28s851. Com essa  5ª vitória na carreira, a segunda consecutiva no México, o jovem holandês se torna  o piloto que mais venceu corridas da F1 sem ter conquistado nenhuma  pole position.

Sebastian Vettel, da Ferrari, foi o segundo colocado, a 17s316 do vencedor, e Kimi Raikkonen,  também da Ferrari, completou o pódio, a 49s914 do  líder.  Hamilton ficou 1m18s738 atrás de Verstappen e todos os outros  16 classificados terminaram uma volta atrás do piloto da Red Bull. Valtteri Bottas, o 5º colocado, com pneus hipermacios,  fez a volta mais rápida da corrida, com 1m18s741, novo recorde da pista. Daniel Ricciardo, da Red Bull, que foi o pole position, na volta 62. abandonou a prova pela sétima vez na temporada, por problema de motor.

A corrida foi disputada sob bom tempo, com a temperatura da pista variando de 32 a 34 graus. Na largada, Hamilton colocou  o carro entre os dois Red Bull, passou por Ricciardo e chegou a estar na frente de Verstappen, mas, no final da reta, o holandês aproveitou a curva à direita a seu favor e tomou a liderança. Vettel  chegou a ser superado por Bottas na curva 1, mas, agressivamente,  se recuperou nas 4 e 5. Na 3, enquanto Verstappen fazia a volta mais rápida,  com 1m20s059, Ocon tocava o  carro de Alonso, provocando abandono do espanhol da McLaren e a troca do bico do seu carro.

Na 10ª volta, os 10 primeiros eram Verstappen, Hamilton, Ricciardo, Vettel, Bottas, Raikkonen, Sainz, Hulkenberg, Leclerc e Ericsson, com o líder 4 segundos á  frente do segundo.  A partir da 8ª volta, devido a pressão de Ricciardo, Hamilton começou a enfrentar desgaste dos pneus, que se esfarelavam, e ele teve que parar logo na volta 12, para colocar compostos supermacios , voltando em 4º.  Bottas parou  ao mesmo tempo, calçando o mesmo tipo de pneu e retornando em 6º. Na volta 13, Verstappen parou, retornando  em 3º,  e Vettel assumiu a liderança, seguido de Raikkonen.  Na volta 15, os 10 primeiros eram  Vettel, Verstappen, Raikkonen, Hamilton. Ricciardo, Bottas, Perez, Sainz, Ericsson e Hulkenberg, e Raikkonen tentava segurar Hamilton, para dar vantagem ao companheiro Vettel.

Na volta  17, Verstappen e Hamilton passaram por Raikkonen e, com a parada de Vettel no giro seguinte, o holandês reassumiu a ponta.  Na volta 25, a vantagem do líder para  2º chegou a ser de 11 segundos e do segundo para o 3º de 18 segundos. Na volta 31, Sainz saiu da  pista e colocou o carro em lugar perigoso, obrigando a implantação de safety virtual. Na 34, Vettel , em 4º, ativou a as móvel para ultrapassar Ricciardo, na curva do fim do retão;  Perez  também  usou a asa para superar  Leclerc  e chegar ao 7º lugar. A essa altura, metade da corrida, a zona de pontuação tinha Verstappen,  Hamilton, Vettel, Ricciardo, Botas, Raikkonen, Hulkenberg, Perez, Leclerc e Magnussen.

Na volta 39, Hamilton  voltou  ater problema com pneus, perdendo tração, e Vettel, com asa móvel,  o ultrapassa por dentro no final da reta.  Na volta 41, com quebra do sistema de freios, Perez  saiu pela  grama e abandonou a prova. Na volta seguinte, Vettel fez uma séria de voltas mais rápidas, com 1m20s263 na 42; 1m20s260, na 43 e 1m20s112, na 44. Na volta 45 , Ricciardo abriu  caça a Hamilton e na terceira tentativa, de  asa aberta , entrou por dentro na curva, e  passou o inglês, que perdeu  o controle do carro saiu pela grama. Na  volta 48, Vettel e Hamilton  fizeram  a segunda parada, para colocar pneus ultramacios, voltando em, 3º e 6º, respectivamente.Hamilton subiu para 5º, na volta seguinte, com novo pit stop de Bottas,

N volta 49, Verstappen fez o segundo pit stop e a grande vantagem  lhe permitiu voltar na liderança, a caminho da 2ª vitória na temporada, depois do triunfo na Áustria.  Na volta 58, Ricciardo, com pneus de 45 voltas, fez o giro mais rápido até então, com 1m19s462. Mas duas voltas depois, pela sétima vez neste ano, ao australiano perdeu o sorriso, esmurrou o banco da moto que o levava aos boxes, ao ter que abandonar a pista por problema de motor. Na volta 65, Bottas fez 1m19s331, e na 66 marcou a sua 6ª volta mais rápida da temporada: 1m18s741.

A classificação final do GP d México, 19ª prova do campeonato de 2018, foi a seguinte:

Pos. Piloto Equipe Tempo
1  Max Verstappen  Red Bull 1h38m28s851
2  Sebastian Vettel  Ferrari 17s316
3  Kimi Raikkonen  Ferrari 49s914
4  Lewis Hamilton  Mercedes 1m8s738
5  Valtteri Bottas  Mercedes 1 volta
6  Nico Hulkenberg  Renault 2 voltas
7  Charles Leclerc  Sauber 2 voltas
8  Stoffel Vandoorne  McLaren 2 voltas
9  Marcus Ericsson  Sauber 2 voltas
10  Pierre Gasly  Toro Rosso 2voltasL
11  Esteban Ocon  Racing Point 2 voltas
12  Brendon Hartley  Toro Rosso 2 voltas L
13  Lance Stroll  Williams 2  voltas
14  Sergey Sirotkin  Williams 2  voltas
15  Kevin Magnussen  Haas 2  voltas
16  Romain Grosjean  Haas 3 voltas
Não completaram
 Daniel Ricciardo  Red Bull  62-motor
 Sergio Perez  Racing Point  13-freios
 Carlos Sainz Jr.  Renault  8 -suspensão
 Fernando Alonso  McLaren  12-motor

Classificaçção

Pilotos

Pos. Piloto A

U

S

B  

H   

R

C

H

N

A

Z

E

 

E

S

P

 

M

O

N

 

C

A

N

 

F

R

A

 

A

U

T

 

I

N

G

 

A

L

E

 

H

U

N

 

B

E

L

 

I

T

A

C

I

N

 

R

U

S

J

A

P

 

U

S

A

M

E

X

 

B

R

A

 

A

B

U

 

Pts
1  Lewis Hamilton 2 3 4 1 1 3 5 1 Ret 2 1 1 2 1 1 1 1 3 4 358
2  Sebastian Vettel 1 1 8 4 4 2 1 5 3 1 Ret 2 1 4 3 3 6 4 2 294
3  Kimi Räikkönen 3 Ret 3 2 Ret 4 6 3 2 3 3 3 Ret 2 5 4 5 1 3 236
4  Valtteri Bottas 8 2 2 14 2 5 2 7 Ret 4 2 5 4 3 4 2 2 5 5 227
5 Max Verstappen 6 Ret 5 Ret 3 9 3 2 1 15 4 Ret 3 5 2 5 3 2 1 216
6  Daniel Ricciardo 4 Ret 1 Ret 5 1 4 4 Ret 5 Ret 4 Ret Ret 6 6 4 Ret Ret 146
7  Nico Hülkenberg 7 6 6 Ret Ret 8 7 9 Ret 6 5 12 Ret 13 10 12 Ret 6 6 69
8  Sergio Pérez 11 16 12 3 9 12 14 Ret 7 10 7 14 5 7 16 10 7 8 Ret 57
9  Kevin Magnussen Ret 5 10 13 6 13 13 6 5 9 11 7 8 16 18 8 Ret DSQ 15 53
10  Fernando Alonso 5 7 7 7 8 Ret Ret 16 8 8 16 8 Ret Ret 7 14 14 Ret Ret 50
11  Esteban Ocon 12 10 11 Ret Ret 6 9 Ret 6 7 8 13 6 6 Ret 9 9 DSQ 11 49
12  Carlos Sainz Jr. 10 11 9 5 7 10 8 8 12 Ret 12 9 11 8 8 17 10 7 Ret 45
13  Romain Grosjean Ret 13 17 Ret Ret 15 12 11 4 Ret 6 10 7 DSQ 15 11 8 Ret 16 31
14  Pierre Gasly Ret 4 18 12 Ret 7 11 Ret 11 13 14 6 9 14 13 Ret 11 12 10 28
15  Charles Leclerc 13 12 19 6 10 18 10 10 9 Ret 15 Ret Ret 11 9 7 Ret Ret   7 27
16  Stoffel Vandoorne 9 8 13 9 Ret 14 16 12 15 11 13 Ret 15 12 12 16 15 11   8 12
17  Marcus Ericsson Ret 9 16 11 13 11 15 13 10 Ret 9 15 10 15 11 13 12 10   9 79
18  Lance Stroll 14 14 14 8 11 17 Ret 17 14 12 Ret 17 13 9 14 15 17 14 12 6
19  Brendon Hartley 15 17 20 10 12 19 Ret 14 Ret Ret 10 11 14 Ret 17 Ret 13 9 4
20  Sergey Sirotkin Ret 15 15 Ret 14 16 17 15 13 14 Ret 16 12 10 19 18 16 13 1

 

Equipes

Pos. Equipe A

U

S

B

H

R

C

H

N

A

Z

B

E

S

P

M

O

N

C

A

N

F

R

A

A

U

T

I

N

G

A

L

E

H

U

G

B

R

L

I

T

A

C

I

N

 

R

U

S

 

J

A

P

U

S

A

 

M

E

X

 

B

R

A

A

B

U

 

Pts.
1  Mercedes 2 2 2 1 1 3 2 1 Ret 2 1 1 2 1 1 1 1 3 4 585
8 3 4 14 2 5 5 7 Ret 4 2 5 4 3 4 2 2 5 5
2  Ferrari 1 1 3 2 4 2 1 3 2 1 3 2 1 2 3 3 5 1 2 530
3 Ret 8 4 Ret 4 6 5 3 3 Ret 3 Ret 4 5 4 6 4 3
3  Red Bull 4 Ret 1 Ret 3 1 3 2 1 5 4 4 3 5 2 5 3 2 1 337
6 Ret 5 Ret 5 9 4 4 Ret 15 Ret Ret Ret Ret 6 6 4 Ret Ret 362
4  Renault 7 6 6 5 7 8 7 8 12 6 5 9 11 8 8 12 10 6 6 114
10 11 9 Ret Ret 10 8 9 Ret Ret 12 12 Ret 13 10 17 Ret 7 Ret
5  Haas Ret 5 10 13 6 13 12 6 4 9 6 7 7 16 15 8 8 Ret 15 84
Ret 13 17 Ret Ret 15 13 11 5 Ret 11 10 8 DSQ 18 11 Ret DSQ 16
6  McLaren 5 7 7 7 8 14 16 12 8 8 13 8 15 12 7 14 14 11 8 62
9 8 13 9 Ret Ret Ret 16 15 11 16 Ret Ret Ret 12 16 15 Ret Ret
7  Racing Poit 5 6 16 9 7 8 11 47
6 7 Ret 10 9 DSQ Ret
9  Sauber 13 9 16 6 10 11 10 10 9 Ret 9 15 10 11 9 7 12 10   7 36
Ret 12 19 11 13 18 15 13 10 Ret 15 Ret Ret 15 11 13 Ret Ret   9
8 Toro Rosso 15 4 18 10 12 7 11 14 11 13 10 6 9 14 13 Ret 11 9 10 33
Ret 17 20 12 Ret 19 Ret Ret Ret Ret 14 11 14 Ret 17 Ret 13 12 14
Ret 15 15 Ret 14 17 Ret 17 14 14 Ret 17 13 10 19 18 17 14 13