Itália  2018

Data – 2 de setembro de 2018

Circuito – Autódromo de Monza

Pista –  5, 793 km

Voltas – 53 – 306,720 km

Pole – Kimi Raikkonen – Ferrari – 1m19s119

Vencedor –  Lewis Hamilton – Mercedes

Tempo – 1h16m54s484

Volta mais rápida –  Lewis Hamilton – Mercedes – 30 – 1m22s497

Líderes–  Kimi Raikkonen (1-19), Lewis Hamilton (20-28), Valtteri Bottas (29-35), Kimi Raikkonen (36-44), Lewis Hamilton (45-53)

Qualificação

Kimi Raikkonen conquistou a pole position para o Grande Prêmio da Itália de F1, superando seu companheiro de equipe Sebastian Vettel e o rival da Mercedes, Lewis Hamilton,  com o com o cronometro zerado. Foi a primeira pole do finlandês desde o GP de Mônaco de 2017, e a segunda desde seu retorno à Ferrari em 2014.

Raikkonen fez o tempo de 1m19s119s, um décimo de segundo mais rápido que Vettel. Hamilton largou em 3º, ao lado de seu companheiro de equipe Valtteri Bottas, que ficou mais de meio segundo atrás do tempo da pole. Daniel Ricciardo desistiu na Q2, deixando de fazer sua volta rápida, pois largaria da 20ª posição do grid,  depois de trocar o motor. Romain Grosjean foi o melhor do “pelotão intermediário”, marcando um tempo apenas três décimos atrás de Verstappen.

Raikkonen fez a pole a 263,587 km/h, a volta mais rápida da história da F1. Ele também se tornou, aos 38 anos, o piloto mais velho a conquistar a pole, desde Nigel Mansell, aos 41 anos, no GP da Austrália de 1994. Foi a primeira pole da Ferrari em Monza, desde 2010, e a primeira dobradinha, desde o GP da Itália de 2000.

Grid 

1 Kimi Raikkonen

Ferrari

1m19s119

2 Sebastian Vettel

Ferrari

1m19s280

3 Lewis Hamilton

Mercedes

1m19s294

4 Valtteri Bottas

Mercedes

1m19s656

5 Max Verstappen

Red Bull

1m20s615

6 Romain Grosjean

Haas

1m20s936

7 Carlos Sainz Jr

Renault

1m21s041

8 Esteban Ocon

Force India

1m21s099

9 Pierre Gasly

Toro Rosso

1m21s350

10 Lance Stroll

Williams

1m21s627

11 Kevin Magnussen

Haas

1m21s669

12 Sergey Sirotkin

Williams

1m21s732

13 Fernando Alonso

McLaren

1m22s568

14 Sergio Perez

Force India

1m21s888

15 Charles Leclerc

Sauber

1m21s869

16 Brendon Hartley

Toro Rosso

1m21s934

17 Stoffel Vandoorne

McLaren

1m22s085

18 Marcus Ericsson

Sauber

1m22s048

19 Daniel Ricciardo

Red Bull

sem tempo

20 Nico Hulkenberg

Renault

sem tempo

Daniel Ricciardo, 15º na qualificação, sofreu perda de 30 posições, por exceder cota de unidade de potência.  Nico Hulkenberg,  14º na qualificação, perdeu 40 posições, 30 por exceder cota de elementos da unidade de potência e 10 por causar colisão na corrida anterior.  Marcus Ericsson perdeu 10 posições, por exceder cota de elementos da unidade de potência.

Corrida

Um choque de Sebastian Vettel e uma artimanha estratégica da Mercedes deram a vitória a Lewis Hamilton no Grande Prêmio da Itália 2018. Na primeira volta, depois de ser ultrapassado pelo rival, Vettel bateu no carro de Hamilton, teve uma asa quebrada. Na volta do conserto, caiu para o último lugar sem condições de lutar com o inglês pela ponta e mudança na classificação. Na metade da prova, a Mercedes simulou preparação para parada de Hamilton, o que levou a Ferrari a chamar para o box Kimi Raikkonen para troca de pneus. Hamilton, todavia, permaneceu na pista e com ajuda de Valtteri Bottas, acabou chegando à liderança.

Lewis Hamilton superou Kimi Raikkonen nas voltas finais e cobriu as 53 voltas do autódromo de Monza em 1h16s54s484, com 8s705 de vantagem sobre o piloto da Ferrari. Com a vitória, a 68ª da carreira, Hamilton ampliou para 30 pontos a vantagem sobre Vettel (256 a 226), e deu grande passo para a conquista do pentacampeonato. Raikkonen comemorou seu 100º pódio.

Na largada, Raikkonen, pole position, saiu bem e fechou a porta para Vettel, que também se defendeu de Hamilton na primeira curva. Mas logo depois da primeira chicane, Hamilton ficou em posição de pegar o vácuo da Ferrari e tentou a ultrapassagem. Vettel se posicionou para tentar a defesa, aproveitando a entrada da segunda chicane, mas o inglês se colocou no meio da pista e, na saída da curva, na tentativa de recuperar a posição, Vettel abriu demais e se chocou com o rival e rodou, com a asa dianteira quebrada. Depois da volta ao boxe, para trocar a asa, o alemão inicia corrida de recuperação. Na parte de trás do grid, Brendon Hartley e Marcus Ericsson se chocam, determinando a entrada do safety car. Com um pneu furado, Hartley deixa a corrida ainda antes de completar a primeira volta.

Na relargada, Hamilton aproveita o vácuo para ultrapassar Raikkonen, mas o finlandês se recupera na segunda chicane. Na volta 8, Vettel já é o 15º e na seguinte passa por Ricciardo, que era o 14º. Nessa volta 9, Fernando Alonso encosta o carro à beira da pista, Na volta 11, Hamilton abre a asa na reta, mas não alcança Raikkonen, enquanto Ricciardo e Gasly se tocam, mas o francês consegue passar. Na volta 14, porém, de asa aberta, Ocon ultrapassa Gasly. Enquanto isso, Vettel, na sua escalada de recuperação, na volta 16 passa por Stroll, a 360 km/h, para ser 9º; na volta seguinte dá espaço e toma um X de Sergio Perez, porém, na 18, freia na hora certa e ultrapassa o mexicano.

Na volta 19, a Mercedes dá o chamado pulo do gato, que praticamente decidiu a prova. A equipe alemã movimentou seus mecânicos, dando a entender que um dos seus pilotos iria parar. Imediatamente, a Ferrari chamou Raikkonen ao box para troca de pneus, e o finlandês volta em 4º, atrás de Bottas, Verstappen e Hamilton. Na volta 23, Ricciardo também para, também com motor quebrado e Bottas pressiona Verstappen, pelo segundo lugar, que ele alcança quando o holandês faz sua parada. na volta 27.

Lewis Hamilton só faz seu pit stop na volta 29 e volta em 3º, atrás de Raikkonen e Bottas e aí a Mercedes faz nova jogada certeira. Mantém Bottas na pista até a volta 37, segurando Raikkonen, para a aproximação de Hamilton. Na volta 40, os pneus do piloto da Ferrari já mostram bolhas e ele começa a perder terreno, até que, na volta 45, Hamilton, com asa móvel, põe o carro por fora e assume a liderança. Com a pista livre à frente o inglês não tem dificuldade para cruzar a linha de chegada em primeiro lugar. As últimas voltas da corrida se resume à chegada de Vettel ao 5º lugar e disputa entre Bottas e Verstappen pelo terceiro lugar no pódio. Na variante, os dois se chocam e Bottas é obrigado a contornar os obstáculos para voltar à pista. O piloto da Red Bull, culpado pelo incidente, é punido com 5 segundos no tempo final, caindo para o 5º lugar.  Romain Grosjean terminou em 6º, mas foi desclassificado, por irregularidade no assoalho do carro dele

Resultados 

Pos. Piloto Equipe Tempo
Lewis Hamilton Mercedes 1h16m54s484
Kimi Raikkonen Ferrari a 8s705
Valtteri Bottas Mercedes 14s066
Sebastian Vettel Ferrari 16s151
Max Verstappen Red Bull 18s208
Esteban Ocon Force India 57s761
Sergio Perez Force India 58s678
Carlos Sainz Jr Renault 1m18s140
Lance Stroll Williams 1 volta
10º Sergey Sirotkin Williams 1 volta
11º Charles Leclerc Sauber 1 volta
12º Stoffel Vandoorne McLaren 1 volta
13º Nico Hulkenberg Renault 1 volta
14º Pierre Gasly Toro Rosso 1 volta
15º Marcus Ericsson Sauber 1 volta
16º Kevin Magnussen Haas 1 volta
 Não completaram
Daniel Ricciardo McLaren 23 – motor
Fernando Alonso McLaren 9 – motor
Brendon Hartley Toro Rosso  0 –  pneu
Desclassificado
Romain Grosjean Haas Assoalho irregular

Max Verstappen foi punido com 5 segundos no tempo, por ter tocado Valtteri Bottas, na volta 43. Romain Grosjean terminou em 6º, mas foi desclassificado por irregularidade no assoalho do carro

 CLASSIFICAÇÃO

Pilotos

Posição Piloto Pontos
Lewis Hamilton 256
Sebastian Vettel 226
Kimi Raikkonen 164
Valtteri Bottas 159
Max Verstappen 130
Daniel Ricciardo 118
Nico Hulkenberg 52
Kevin Magnussen 49
Fernando Alonso 44
10º Sergio Perez 44
11º Esteban Ocon 43
12º Carlos Sainz Jr 32
13º Pierre Gasly 28
14º Romain Grosjean 27
15º Charles Leclerc 13
16º Stoffel Vandoorne 8
17º Marcus Ericsson 6
18º Lance Stroll 5
19º Brendon Hartley 2
20º Sergey Sirotkin 0

Equipes

Posição Equipe Pontos
Mercedes 415
Ferrari 390
Red  Bull 248
Renault 84
Haas 76
McLaren 52
Toro Rosso 30
Force India 28
Sauber 19
10º Williams 5

Na temporada, Lewis Hamilton tem 6 poles positions; Vettel, 5 e Daniel Ricciardo, Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen 1 cada um