Inglaterra – 2016

Data – 10 de julho de 2016

Circuito –  Silverstone

Pista – 5.901 metros

Voltas –  52 – 306,747 km

Pole – Lewis Hamilton – Mercedes – 1m29s287

Vencedor –  Lewis Hamilton  – Mercedes

Tempo – 1h34m55s831

Volta mais rápida – Nico Rosberg – Mercedes – 44 – 1m35s548

Líderes – Lewis Hamilton (1-17) Max Verstappen (17-18), Lewis Hamilton (19-52)

Classificação

Lewis Hamilton superou a eliminação de volta na última etapa da classificação e conquistou a pole position para o GP da Inglaterra, a ser disputado amanhã, a partir das 9 horas, no circuito de Silverstone. O piloto inglês era o primeiro classificado no Q3, com o tempo de 1m29s339, quando teve sua volta deletada, por ter excedido os limites da pista e passado com as quatro rodas pela faixa branca na Copse, a curva 9. No último minuto, com tempo só para uma última tentativa, Hamilton fez uma volta voadora e, com 1m29s287, recuperou a primeira posição, que tinha sido herdada por Nico Rosberg, com 1m29s606. É a 55ª pole position do tricampeão mundial que é o 3º da história, atrás de Michael Schumacher (68) e Ayrton Senna (¨%). Seu tempo é três segundos melhor do que o do ano anterior, de 1m32s248. No Q2, com 1m29s243, Hamilton (com imagem do Cristo Redentor no capacete, numa alusão aos Jogos Olímpicos) bateu o recorde volta em Silverstone.

Os dois carros da Red Bull foram, de novo os rivais mais próximos da Mercedes, com o jovem Max Verstappen em 3º, com 1m29s994 e Daniel Ricciardo em 4º, com 1m30s299. Kimi Raikkonen, que também perdeu uma volta no Q2, por exceder a pista, conseguiu se recuperar e acabou em 5º na etapa final de classificação. Sebastian Vettel foi o 6º, mas foi punido com perda de 5 posições, por troca de caixa de câmbio e larga do 11º lugar. Valtteri Bottas, da Williams, é o 7º no grid, mas o companheiro Felipe Massa, que não passou do Q2, será o 13º. Felipe Nasr, mais uma vez às voltas com o péssimo carro da Sauber, será o penúltimo, se Kevin Magnussen conseguir largar. O piloto da Renault bateu violentamente durante o terceiro treino livre, espatifou o carro e não pode participar da classificação, sendo jogado para o último lugar no grid. E Fernando Alonso conseguiu, de novo, levar o carro da McLaren-Honda ao Q3, terminando na 10ª posição, mas subindo para a 9ª, com a punição a Vettel.

A classificação transcorreu sob tempo bom, com a temperatura da pista em 24 graus e todos os pilotos usando os pneus macios. Hamilton e Rosberg, que nessa ordem já tinham liderado o terceiro treino livre, foram, respectivamente o 3º e 4º a irem para a pista e também dos primeiros a terem os tempos registrados. Hamilton fez 1m30s739 e Rosberg 1m30s724. Massa foi para a pista aos 9 minutos de treino e, com 1m32s146, ocupou temporariamente a 3ª posição. Logo, porém foi superado por Verstappen, Ricciardo e Bottas, caindo para 6º.

Nos últimos minutos do Q1, vários pilotos disputaram as últimas colocações com direito à passagem à etapa seguinte. Magnussen jogou Kvyat para a 17ª, mas o piloto da Toro Rosso reagiu e tomou o lugar de Jenson Button, que passou a 17º. Foram, então, eliminados, além de Button, Palmer, Wehrlein, Haryanto, e Nasr. Kvyat f foi investigado por também exceder os limites da pista e foi punido com a perda da volta. Ao receber a informação, Button voltou correndo à garagem, botou capacete e estava pronto para participar do Q2, quando a direção da prova atendeu recurso da Renault e revogou a decisão.

No Q2, Hamilton voltou a ficar à frente do companheiro, com 1m29s243, contra 1m29s270 de Rosberg.  Verstappen voltou a ser o 3º colocado, com 1m29s697 e Vettel o 4º com 1m30s915. Perez, Massa, Grosjean, Gutierrez, Kvyat e Magnussen não passaram ao Q3.

No Q3, Rosberg foi, outra vez, o primeiro a ir para a pista e a ter o tempo registrado, 1m29s606. Hamilton o seguiu imediatamente e marcou 1m29s339, assumindo a liderança. Todavia, mal ele tinha voltado ao box, recebeu a informação de que a o tempo havia sido desconsiderado, por ter ultrapassado os limites da pista, e teve de voltar para uma última tentativa de recuperar a posição. E faltando pouco mais de um minuto, ele fez uma excelente volta, cravando 1m29s287.

Grid

1 Lewis Hamilton

Mercedes

1m29s287

2 Nico Rosberg

Mercedes

1m29s606

3 Max  Verstappen

Red Bull

1m30s313

4 Daniel Ricciardo

Red Bull

‘1m30s618

5 Kimi Raikkonen

Ferrari

1m0s881

6 Valtteri Bottas

Williams

1m31s557

7 Nico Hulkenberg

Force India

1m31s920

8 Carlos Sainz

Toro Rosso

1m32s989

9 Fernando Alonso

McLaren

1m32s343

10 Sergio Perez

Force India

1m31s875

11 Sebastian Vettel

Ferrari

1m41s490

12 Felipe assa

Williams

1m32s002

13 Romain Grosjean

Haas

1m32s050

14 Esteban Gutierrez

Haas

1m32s241

15 Daniel Kvyat

Toro Rosso

1m32s306

16 Kevin Magnussen

Renault

1m37s060

17 Jenson Button

McLaren

1m32s788

18 Jolyon Palmer

Renautl

1m32s905

19 Rio Haryanto

Manor

1m33s098

20 Pascal Wehrlein

Manor

1m33s151

21 Felipe Nasr

Sauber

1m33s544

22 Marcus Ericsson

Sauber

sem tempo

Sebastian Vettel perdeu cinco posições por troca de caixa de câmbio. Marcus Ericsson não participou da classificação

 

Corrida

Nico Rosberg foi punido por troca de mensagens pelo rádio e caiu do segundo para o terceiro lugar do Grande Prêmio da Inglaterra, disputado no circuito de Silverstone, no dia 10 de julho e vencido por Lewis Hamilton. Com esse rebaixamento, a diferença entre o líder do campeonato, Rosberg, e o vice-líder, Hamilton, caiu de 11 para apenas 1 ponto (168 a 167). Max Verstappen, que herdou o segundo lugar, passou a 90 pontos, mas continua no 6º lugar. Nico Rosberg foi punido com 10 segundos no seu tempo, porque, segundo os comissários da corrida, ele e a equipe exageraram na troca de mensagens pelo rádio. O comunicado diz que a equipe deu uma primeira informação permitida pelo regulamento, mas foi mais longe e deu informações não permitidas.

Lewis Hamilton conquistou em Silverstone a 44ª vitória da carreira, a 4ª e a 3ª consecutiva em seu país. Nico Rosberg tinha sustentado a segunda posição na corrida, depois de uma intensa disputa com Max Verstappen, o holandês de 18 anos, da Red Bull, que só se definiu faltando 14 voltas para o final. Na 44, o alemão fez a volta mais rápida da prova, com 1m35s548. Felipe Massa, que largou da 12ª posição e esteve por muito tempo na zona de pontuação, terminou em 11º, após ser jogado para fora da pista por Sebastian Vettel, na volta 36. O alemão foi punido com acréscimo de 5 segundos no seu tempo.

A corrida começou com o carro de segurança à frente do pelotão e todos os pilotos usando pneus de chuva extrema, de faixa azul, devido aos diversos pontos da pista encharcados pela chuva torrencial que caiu 20 minutos antes sobre o circuito de Silverstone. Liberado pelos médicos, depois do grave acidente sofrido na véspera, Marcus Ericsson, que não esteve na prova de classificação, pode participar da corrida, largando do pit lane.

O safety car permaneceu na pista nas primeiras cinco voltas, durante as quais Hamilton reclamou que ele estava muito lento, prejudicando o aquecimento dos pneus, e chegou até a ameaçar ultrapassá-lo. Quando o carro de segurança saiu, a maioria dos pilotos foi para os boxes, para colocar pneus intermediários e só os que já tinham passado pela linha do pit lane permaneceram na pista. À essa altura, Felipe Nasr subiu para o 5º lugar e Felipe Massa para o 6º. Wehrlein aquaplanou, escapou e não conseguiu escapar da brita. O incidente provocou segurança virtual, Hamilton e Rosberg aproveitaram para fazer a troca de pneus, mas voltam em 1º e 2º, respectivamente.

Na 10ª volta, depois da primeira bateria de trocas de pneus e todos os pilotos com intermediários, os dez primeiros eram Hamilton, Rosberg, Verstappen, Perez, Ricciardo, Raikkonen, Sainz, Massa, Bottas e Hulkenberg. Alonso tinha perdido uma posição, caindo para 11º e Vettel, para 12º.  Na 11ª volta, Bottas, que já perdera várias posições na relargada, rodou e caiu para o 13º lugar. Na 13ª volta, Hulkenberg, em busca do 8º lugar, iniciou pressão sobre Massa, que resistiu bem durante duas voltas, mas acabou cedendo a posição.

Na volta 16, com uso da asa móvel e após várias tentativas, Verstappen passou por Rosberg e assumiu a segunda posição, que manteve durante quase toda a corrida. Na volta 18, Felipe Nasr faz a melhor volta dos pneus intermediários, com 1m44s685. Nessa mesma volta, Hamilton e Rosberg param praticamente juntos para colocar pneus médios e Verstappen assume a liderança, que manteve até a volta seguinte, quando também parou e voltou em segundo lugar.

No início da volta 20, os 10 primeiros eram Hamilton, Verstappen, Rosberg, Perez, Ricciardo, Raikkonen, Sainz, Hulkenberg, Massa e Alonso, que no final do giro passa pelo brasileiro. Entre a volta 20e 23, Verstappen, Hamilton e Rosberg se revezam na obtenção da volta mais rápida, com o alemão estabelecendo 1m38s041, na 23. Na volta 24, Alonso roda, consegue passar pela brita, mas caiu para 13º e Rosberg voltou a fazer volta mais rápida, 1m37s822, que ele mesmo supera, já na 25, com 1m37s317.

Na volta 29, Hamilton e Verstappen dão uma escapada, correm vários metros por fora, mas não chegam na brita e conseguem manter as posições. Na volta 31, porém, Rosberg inicia uma dramática caçada a Verstappen e, após disputa renhida, roda a roda, com asa móvel aberta, a 14 voltas do final, o alemão consegue ultrapassar e recuperar o segundo lugar. Na volta 36, ao tentar passar, Vettel bate de lado e empurra Massa para fora da pista, para ocupar o 9º lugar. Depois disso, o brasileiro é obrigado a ir para os boxes e volta em 12º.

Enquanto tudo isso acontece atrás dele, Hamilton roda tranquilamente em primeiro, fazendo a melhor volta da corrida, 1m36s611, na 36 e completando o percurso com a folgada vantagem de 6s911 sobre o companheiro.

Resultados

 

Posição Piloto Equipe Tempo
Lewis Hamilton Mercedes 1h34m55s831
Max Verstappen Red Bull a 8s250
Nico Rosberg Merecdes 6s911
Daniel Ricciardo Red Bull 26s211
Kimi Raikkonen Ferrari 1m09s743
Sergio Perez Force India 1m16s941
Nico Hulkenberg Force India 1m17s712
Carlos Sainz Toro Rosso 1m25s858
Daniil Kvyat Toro Rosso 1m32s600
10º Sebastian Vettel Ferrari 1m31s654
11º Felipe Massa Williams 1 volta
12º Jenson Button McLaren 1 volta
13º Fernando Alonso McLaren 1 volta
14º Valtteri Bottas Williams 1 volta
15º Felipe Nasr Sauber 1 volta
16º Esteban Gutierrez Haas 1 volta
17º Kevin Magnussen Renault 49-câmbio
Não completaram
Jolyon Palmer Renault 37-câmbio
Rio Haryanto Manor 24-rodada
Romain Grosjean Haas 7-transmissão
Marcus Ericsson Sauber 11 -motor
Pascal Wehrlein Manor 6 -rodada

  Classificação

 

Pilotos
Nico Rosberg 168
Lewis Hamilton 167
Kimi Raikkonen 106
Daniel Ricciardo 100
Sebastian Vettel 97
Max Verstappen 90
Valtteri Bottas 54
Sergio Perez 47
Felipe Massa 38
10º Romain Grosjean 28
11º Nico Hulkenberg 26
12º Carlos Sainz 26
13º Daniil Kvyat 23
14º Fernando Alonso 18
15º Jenson Button 13
16º Kevin Magnussen 6
17º Stoffel Vandoorne 1
18º Pascal Wehrlein 1
19º Esteban Gutierrez 0
20º Jolyon Palmer 0
21º Marcus Ericsson 0
22º Felipe Nasr 0
23º Rio Haryanto 0

 

 

Equipes
 Mercedes 338
Ferrari 204
Red Bull 195
Williams 92
Force India 73
Toro Rosso 41
McLaren 32
Haas 28
Renault 6
10º Manor 1
11º Sauber 0