França  2018

Data – 24 de junho de 2018

Circuito –  Circuito Paul Ricard – Le Chatele

Pista –  5.842 metros

Voltas –  53  (309,626 km

Pole – Lewis Hamilton – Mercedes – 1m30s029

Vencedor –  Lewis Hamilton – Mercedes

Tempo –  1h30m11s385

Volta mais rápida –  Valtteri Bottas – Mercedes – 41 – 1m34s225

Líder –  Lewis Hamilton (1-33), Kimi  Raikkonen (34), Lewis Hamilton (35-53)

 Qualificação

Depois de ter liderado os dois primeiros treinos livres e ter sido apenas o 12º no último deles, Lewis Hamilton esteve ameaçado na etapa de classificação o seu favoritismo para a conquista da pole position. Ele foi a o mais rápido nas duas primeiras fases, mas só na última tentativa na Q3 conseguiu superar Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe. Com o tempo de 1m30s029, contra 1m30s147 de Bottas, comemorou a sua 75ª pole position, ampliando a liderança nesse quesito da F1. Sebastian Vettel, até então líder da classificação, prejudicado pela falta de equilíbrio do seu Ferrari, teve de se conformar com a terceira posição no grid, formando a segunda fila com Max Verstappen, da Red Bull.

Q1 – Com todos os pilotos usando os pneus ultramacios, os mais aderentes do fim de semana, a primeira fase começou com Kevin Magnussen e Romain Grosjean, da Haas, fazendo os melhores tempos. Logo, porém, os favoritos entraram na pista e Lewis Hamilton fez o melhor tempo do fim de semana até então, 1m31s271. Entre os eliminados, a surpresa foi o mau desempenho da McLaren, que teve Fernando Alonso em 16º, dois postos à frente de Stoffel Vandoorne. A Williams ficou nas últimas duas posições, com Sergey Sirotkin à frente de Lance Stroll. Brendon Hartley foi o 17º, mas largou em último, por troca de motor. Foram eliminados Fernando Alonso, Brendon Hartley, Stoffel Vandoorne, Sergey Sirotkin e Lance Stroll.

Q2 – Uma fraca garoa começou a cair a partir do início do Q2, e os pilotos saíram logo dos boxes, para garantir boas voltas antes que a chuva caísse, todos ainda usando pneus slicks. Verstappen, Ricciardo e Vettel não fizeram bons tempos nas primeiras tentativas, mas Hamilton, com pneus ultramacios, melhorou a marca da Q1, com 1min30s645. Em seguida, também utilizando pneus ultramacios, Vettel e Raikkonen assumiram a segunda e terceira colocações, respectivamente, a 0s3 e 0s4 do inglês, deixando Bottas em quarto. Depois, Vettel, ainda com ultramacios, melhorou o tempo, confirmando que iria largar com este jogo de pneus. Hamilton e Bottas, assim como os dois pilotos da RBR fizeram suas melhores voltas com supermacios, o que lhes permitiu um primeiro stint mais longo na corrida. A surpresa da Q2 foi o desempenho de Charles Leclerc, que conquistou um surpreendente 10º lugar, o que lhe possibilitou chegar Q3 pela primeira vez já no ano de estreia. Foram eliminados dessa fase Esteban Ocon, Nico Hulkenberg, Sergio Perez, Pierre Gasly e Marcus Ericsson.

Q3 – Na fase decisiva da classificação, já na primeira tentativa Hamilton fez tempo melhor ainda que os anteriores, com 1m30s222, seguido por Bottas, Verstappen, Ricciardo e Raikkonen. A sete minutos do final, o treino foi interrompido com bandeira vermelho, devido a uma rodada de Romain Grosjean, na curva 3. Irritado com mais um erro em 2018, Grosjean chegou a empurrar um cinegrafista que o acompanhava no retorno aos boxes. No reinicio do treino, Bottas chegou a tomar o primeiro lugar de Hamilton, que teve de se desdobrar no último setor da volta derradeira para retomar a pole, com o tempo de 1m30s029, contra 1m30s147 de Bottas.

 Grid 

1 Lewis Hamilton

Mercedes

1m30s029

2 Valtteri Bottas

Mercedes

1m30s147

3 Sebastian Vettel

Ferrari

1m30s400

4 Max Verstappen

Red Bull

1m30s705

5 Daniel Ricciardo

Red Bull

1m30s895

6 Kimi Raikkonen

Ferrari

1m31s057

7 Carlos Sainz Jr.

Renault

1m32s126

8 Charles Leclerc

Sauber

1m32s635

9 Kevin Magnussen

Haas

1m32s930

10 Romain Grosjean

Haas

Sem tempo

11 Esteban Ocon

Force India

1m32s075

12 Nico Hulkenberg

Renault

1m32s115

13 Sergio Perez

Force India

1m32s454

14 Pierre Gasly

Toro Rosso

1m32s480

15 Marcus Ericsson

Sauber

1m32s820

16 Fernando Alonso

McLaren

1m32s976

17 Stoffel Vandoorne

McLaren

1m33s182

18 Sergey Sirotkin

Williams

1m33s636

19 Lance Stroll

Williams

1m33s729

20 Brendon Hartley

Toro Rosso

Sem tempo

Brendon Hartley sofreu perda de 35 posições por exceder troca de unidade de potência

Corrida

Lewis Hamilton, da Mercedes, reassumiu a liderança do campeonato da Fórmula 1, ao vencer, no dia 24 de junho de 2018, o Grande Prêmio da França, que voltava ao calendário da F1, depois de 10 anos. O piloto inglês completou o percurso de 5.842 metros, em 53 voltas, com o tempo de 1h30m11s385. Max Verstappen, da Red Bull, foi o segundo colocado, a 7s090 do vencedor, e Kimi Raikkonen, da Ferrari, a 25s888, completou o pódio.

A corrida começou com uma confusão entre Valtteri Bottas e Sebastian Vettel. O piloto da Mercedes, pressionado, conseguiu manter a segunda posição, logo atrás do pole, Lewis Hamilton, mas teve o pneu traseiro esquerdo tocado pela asa dianteira do alemão. Os dois tiveram que voltar aos boxes, para reparar os danos, enquanto vários outros pilotos escapavam na primeira curva. Os franceses Esteban Ocon e Pierre Gasly não tiveram o gosto de uma primeira corrida “em casa”. Depois de um toque de outro francês, Romain Grosjean, eles se chocaram e, com os carros bastante danificados, tiveram que deixar a pista. Nesse início, que se deu bem foi Carlos Sainz, que pulou para terceiro, atrás de Max Verstappen, o segundo, e à frente de Daniel Ricciardo, quarto. Por causa da confusão, o safety car foi acionado e permaneceu na pista até a 6ª volta. Na relargada, Hamilton não foi pressionado e abriu boa vantagem sobre o restante do pelotão. Räikkönen passou Leclerc e atacou Magnussen em luta pela quinta posição. No fim da fila, Vettel num dos seus piores dias, tocou na McLaren de Fernando Alonso, fazendo o bicampeão mundial rodar. Sainz foi ultrapassado por Ricciardo, que entrava no top-3, atacado por Räikkönen. Vettel, que era o 10º na volta 11, depois de passar Nico Hülkenberg, com Bottas em 12º, sofreu punição de 5 segundos pelo incidente com Alonso. Mas a penalidade parece ter despertado o alemão. Depois dela, passou por Sergio Perez e Romain Grosjean, para ser 8º. Passou por Leclerc, com tranquilidade, e, com ajuda da asa móvel ultrapassou Sainz, para brigar com Raikkonen, que fazia uma corrida discreta. Na volta 26, Verstappen fez sua parada, colocando pneus macios para ir até o fim. Na volta seguinte, Perez levou o carro para a garagem, depois de ter problemas no motor. Hamilton fez seu pit stop ao fim da volta 33 e Raikkonen tomou a ponta por volta, até parar para trocar os pneus ultramacios pelos para supermacios e devolver a posição a Hamilton. No fim do grid, McLaren e Williams faziam uma péssima corrida. Sergey Sirotkin e Lance Stroll andavam no fim do pelotão e Alonso não tinha ritmo sequer para conseguir ultrapassar a Sauber de Leclerc, que vinha em 12º. O espanhol não suportou se ver novamente sem competitividade e gritou pelo rádio: “Não tenho freios, não tenho pneus, estou fora dos pontos… Não sei vocês, mas não estou ligando muito para o resultado”. Na sua parada para colocar pneus ultramacios, Vettel pagou a punição de 5s. Nas voltas finais, Räikkönen manteve o forte ritmo e conseguiu ultrapassar Ricciardo, garantindo um lugar no pódio após um empolgante duelo. Alonso, superado por Vandoorne, abandonou logo depois por conta de um problema na suspensão traseira esquerda. No fim da corrida, o safety car virtual foi acionado, após Stroll escapar com um pneu furado e espalhar detritos da pista. Quando prova retomou seu ritmo normal, Hamilton confirmou a vitória colocando a Mercedes de volta ao topo do pódio e retomando a liderança da temporada.

(Com informações do UOL)

Resultados 

Pos. Piloto Equipe Tempo
Lewis Hamilton Mercedes 1h30m11s385
Max Verstappen Red Bull a 7s090
Kimi Raikkonen Ferrari 25s888
Daniel Ricciardo Red Bull 34s736
Sebastian Vettel Ferrari 1m01s935
Kevin Magnussen Haas 1m19s364
Valtteri Bottas Mercedes 1m20s632
Carlos Sainz Jr Force India 1m27s184
Nico Hulkenberg Renault 1m31s989
10º Charles Leclerc Sauber 1m33s873
11º Romain Grosjean Haas 1 volta
12º Stoffel Vandoorne McLaren 1 volta
13º Marcus Ericsson Sauber 1 volta
14º Brendon Hartley Toro Rosso 1 volta
15º Sergey Sirotkin Williams 1 volta
16º Fernando Alonso McLaren 50-suspensão
17º Lance Stroll Williams 48-pneu
Não completaram
Sergio Perez Force India 27-motor
Esteban Ocon Force India 0-colisão
Pierre Gasly Toro Rosso 0-colisão

Sergey Sirotkin teve 5 segundos de acréscimo no tempo, por seguir atrás do safety car. Fernando Alonso e Lance Stroll se classificaram por terem cumprido mais de 90% do percurso

  CLASSIFICAÇÃO

Pilotos

Posição Piloto Pontos
Lewis Hamilton 145
Sebastian Vettel 131
Daniel Ricciardo 96
Valtteri Bottas 92
Kimi Raikkonen 83
Max Verstappen 68
Nico Hulkenberg 34
Fernando Alonso 32
Carlos Sainz  Jr 28
10º Kevin Magnussen 27
11º Pierre Gasly 18
12º Sergio Perez 17
13º Esteban Ocon 11
14º Charles Leclerc 11
15º Stoffel Vandoorne 8
16º Lance Stroll 4
17º Marcus Ericsson 2
18º Brendon Hartley 1
19º Romain Grosjean 0
20º Sergey Sirotkin 0

 Equipes

Posição Equipe Pontos
Mercedes 237
Ferrari 214
Red Bull 164
Renault 62
McLaren 40
Force India 28
Haas 27
Toro Rosso 19
Sauber 9
10º Williams 4