Cingapura – 2018

 

T

Data – 17  de setembro de 2018
Circuito – Marina Bay
Pista – 5.065 metros
Voltas – 61 – 308, 828 km
Pole – Lewis Hamilton – Mercedes – 1m36s015
Vencedor  – Lewis Hamilton – Mercedes
Tempo –  1h51m11s611

Volta mais rápida – Kevin Magnussen – Haas – 50 -1m41s905

Líderes –  Lewis Hamilton (1-14), Max Verstappen (15-17),Kimi Raikkonen  (16-21),Lewis Hamilton (22-61)

Qualificação

Lewis Hamilton conquistou a pole position para o Grande Prêmio de Cingapura na Marina Bay com uma volta que ele mesmo considerou “mágica”, com o tempo de 1m16s015, novo recorde do circuito. Foi a sétima pole do ano para o britânico, que colocou mais de seis décimos de vantagem sobre seu rival ao título da temporada Sebastian Vettel. Valtteri Bottas dividiu a segunda fila com Vettel, pois o finlandês não conseguiu acompanhar o ritmo de seu companheiro de equipe, terminando a sessão quase sete décimos atrás de Hamilton. O tetracampeão contrariou a impressão de que a Ferrari tinha um carro mais acertado em Cingapura e, na primeira saída no Q3, conquistou a 79.ª pole position dele na carreira.

O treino de classificação começou com apreensão para a Ferrari, pois o carro de Sebastian Vettel apresentou um problema elétrico minutos antes das tomadas de tempo. No terceiro treino livre, mais cedo, foi justamente o alemão quem liderou a pista e estabeleceu o recorde de 1min38s054, em dobradinha com Kimi Raikkonen, enquanto Lewis Hamilton ficou com o terceiro melhor tempo.

Disputaram a Q3 Lewis Hamilton (Mercedes) Max Verstappen (Red Bull), Sebastian Vettel (Ferrari), Valtteri Bottas (Mercedes), Kimi Räikkönen (Ferrari), Daniel Ricciardo (Red Bull), Sergio Pérez (Force India), Romain Grosjean (Haas), Esteban Ocon (Force India) e Nico Hülkenberg (Renault).

No Q1 foram eliminados Kevin Magnussen (Haas), Brendon Hartley (Toro Rosso), Stoffel Vandoorne (McLaren), Sergey  Sirotkin (Williams) e Lance Stroll (Williams). No Q2 caíram Fernando Alonso (McLaren), Carlos Sainz (Renault), Charles Leclerc (Sauber), Marcus Ericsson (Sauber) e Pierre Gasly (Toro Rosso).

Grid

 

Pos. Piloto Equipe Tempo
1  Lewis Hamilton Mercedes 1:36.015
2  Max Verstappen Red Bull 1:36.334
3  Sebastian Vettel Ferrari 1:36.628
4  Valtteri Bottas Mercedes 1:36.702
5  Kimi Räikkönen Ferrari 1:36.794
6  Daniel Ricciardo Red Bull 1:36.996
7  Sergio Pérez Racing Point 1:37.985
8  Romain Grosjean HaasFerrari 1:38.320
9  Esteban Ocon Force India 1:38.365
10  Nico Hülkenberg Renault 1:38.588
11  Fernando Alonso McLaren 1:38.641
12  Carlos Sainz Jr. Renault 1:38.716
13  Charles Leclerc Sauber 1:38.747
14  Marcus Ericsson Sauber 1:39.453
15  Pierre Gasly Toro Rosso 1:39.691
16  Kevin Magnussen HaasFerrari 1:39.644
17  Brendon Hartley  Toro Rosso 1:39.809
18  Stoffel Vandoorne McLarenRenault 1:39.864
19  Sergey Sirotkin Williams 1:41.263
20  Lance Stroll Williams 1:41.334

 Corrida

Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu o Grande Prêmio de Cingapura, a 15ª etapa do campeonato da Fórmula 1 de 2018, e ampliou para 40 pontos a vantagem sobre Sebastian Vettel, da Ferrari, com 281 pontos contra 241.  O piloto inglês completou o percurso de 61 voltas em 1h51m11s611, 39s945 à frente do rival, que foi terceiro colocado. O segundo lugar do pódio foi de Max Verstappen, da Red Bull, a 8s961 do vencedor.

Essa foi a 69ª vitória da carreira e a 7ª da temporada de Hamilton, que na véspera, com uma volta perfeita, considerada “mágica”, em 1m36s015, bateu o recorde da pista do circuito de rua de Marina Bay e obteve a 79ª pole position da carreira e a 7ª da temporada. A volta mais rápida da corrida foi de Kevin Magnussen, da Haas, que fez 1m41s905, na volta 52, mas terminou no 18º lugar.

Hamilton e Bottas começaram a corrida com pneus médios (brancos), Vettel e Raikkonen com macios (amarelos) e Verstappen com supermacios (vermelhos). Na largada, Hamilton acelerou com tranquilidade para manter a pole position sem nenhum problema, Atrás dele, Verstappen foi superado por Vettel, antes da 7ª curva, enquanto no meio do pelotão Alonso, Sainz e Stroll ganhavam 2 posições. A largada que parecia tranquila foi conturbada, porém,  logo na saída da primeira curva, quando Sergio Perez praticamente jogou o companheiro de equipe Esteban Ocon contra o muro. O piloto francês foi obrigado a deixar a pista, mas o mexicano não ganhou nada com o lance intempestivo. Com duas punições (a 2ª por ter tocado em Sirotkin), acabou no 17º lugar, depois de ter largado do 7º.

O incidente provocou a entrada do safety car que permaneceu na pista até o fim da 4ª volta e a corrida recomeçou com Hamilton 1s262 na frente de Vettel. O alemão foi o primeiro a parar, na volta 15, e retornou no 7º lugar, com pneus ultramacios. Hamilton parou em seguida e voltou com pneus macios, em 5º. Bottas parou na volta 17 e voltou em 7º.  Na volta 18 se decidiu a segunda colocação da corrida. Verstappen, que era o líder parou, voltou á frente de Vettel, que era o 4º, e na volta 20 os seis primeiros eram Raikkonen, Ricciardo (que ainda não tinham parado), Hamilton, Verstappen, Vettel e Bottas. A essa altura a corrida era tranquila na frente, mas atrás Gasly e Leclerc faziam uma boa disputa pelo 9º lugar e Sirotkin e Perez brigavam pelo15º.

Raikkonen parou na volta 23, para colocar pneus macios, Ricciardo foi aos boxes na 27 e com isso Hamilton retomou a liderança, que manteve até o fim. Na volta 28, os 10 primeiros eram Hamilton, Verstappen, Vettel, Bottas, Raikkonen, Ricciardo, Alonso, Sainz, Leclerc e Ericsson. Na volta 34, Perez tornou a causar incidente, tocando em Sirotkin, depois de os dois correrem lado a lado. O russo conseguiu se manter na pista, embora ultrapassado por Hulkenberg, enquanto o mexicano foi obrigado a ir ao box para trocar um pneu furado.

Na volta 38, uma atuação discutível de Grosjean quase complica a corrida de Hamilton. Na disputa de posição com Sirotkin, ele reteve o inglês, que foi alcançado por Verstappen e teve a liderança ameaçada, com vantagem de menos de um segundo. Logo, todavia, ele abriu caminho e se recuperou, ampliando para 2s008 a diferença. Nas últimas 10 voltas, as primeiras posições não se alteraram apesar dos esforços de Raikkonen para passar por Bottas, com abertura das asas, e de Ricciardo para chegar no finlandês. No final, a corrida se limitou a disputas pelas últimas posições, com Sirotkin sofrendo um stp&go por jogar Hartley para fora da pista, na volta 45.

Sem nenhum contratempo, a não ser a retenção por Grosjean (punido), Hamilton chegou fácil à bandeira quadriculada, graças, além do seu talento e à maquina da Mercedes, à falta de um melhor motor para Verstappen os erros da Ferrari, principalmente na administração dos pneus e na volta de Vettel á pista atrás de Perez, dando tempo a Verstappen de parar e voltar na frente dele.

A classificação final da corrida foi a seguinte:

Pos Piloto Equipe Tempos
1 Lewis Hamiltonamilton Mercedes 1h51m11s611
2 Max Verstappen Red Bull a 8s961
3 Sebastian Vettel Ferrari 39s945
4 Valtteri Bottas Mercedes 51s930
5 Kimi Raikkonen Ferrari 53s001
6 Daniel Ricciardo Red Bull 53s982
7 Fernando Alonso McLaren 1m43s011
8 Carlos Sainz Jr Renault 1 volta
9 Charles Leclerc Sauber 1 volta
10 Nico Hulkenberg Renault 1 volta
11 Marcus Ericsson Sauber 1 volta
12 Stoffel Vandoorne McLaren 1 volta
13 Lance Stroll Williams 1 volta
14 Pierre Gasly Toro Rosso 1 volta
15 Romain Grosjean Haas 1 volta
16 Sergio Perez Racing  Point 1 volta
17 Brendon Hartley Toro Rosso 1 volta
18 Kevin Magnussen Haas 2 voltas
19 Sergey Siotkin Williams 2 voltas
 Não completou
Esteban Ocon Racing Point  0-colisão

 

 

 A classificação dos pilotos passou a ser a seguinte

Pos. Piloto Equipe Pontos
1 Lewis Hamilton Mercedes 281
2 Sebastian Vettel Ferrari 241
3 Kimi Raikkonen Ferrari 174
4 Valtteri Bottas Mercedes 171
5 Max Verstappen Red Bull 148
6 Daniel Ricciardo Red Bull 126
7 Nico Hulkenberg Renault 53
8 Fernando Alonso McLaren 50
9 Kevin Magnussen Haas 49
10 Sergio Perez Racing 46
11 Esteban Ocon Racing 45
12 Carlos Sainz Renault 38
13 Pierre Gasly Toro Ross 28
14 Romain Grosjean Haas 27
15 Charles Leclerc Sauber 15
16 Stoffel Vandoorne McLaren 8
17 Lance Stroll William 6
18 Marcus Ericsson Sauber 6
19 Brendon Hartley Toro Rosso 2
20 Sergey Sirotkin Williams 1

A classificação das equipes é esta:

 

Pos. Equipe Piloto Pts
1 Mercedes Hamilton 281 452
Bottas 171
2 Ferrari Vettel 241 415
Raikkonen 174
3 Red Bull Verstappen 148 274
Ricciardo 126
4 Renault Hulkenberg 53 91
Sainz 38
5 Haas Magnussen 49 76
Grosjean 27
6 McLaren Alonso 50 58
Vandoorne 8
7 Racing Point Perez 46 32
Ocon 45
8 Toro Rosso Gasly 28 30
Hartley 2
9 Sauber Leclerc 15 21
Ericsson 6
10 Williams Stroll 6 7
Sirotkin 1