Canadá – 2017

Data – 11 de junho de 2017

Circuito – Circuito Gilles Villeneuve – Montreal

Pista – 4.361 metros

Voltas – 70 – 305,270 km

Pole – Lewis Hamilton – Mercedes – 1m11s459

Vencedor – Lewis Hamilton – Mercedes

Tempo – 1h33m05s154

Volta mais rápida – Lewis Hamilton – Mercedes – 64 – 1m14s551

Líderes – Lewis Hamilton (1-70)

Classificação

Com o tempo de 1m11s459, Lewis Hamilton bateu o recorde para a pista do circuito Gilles Villeneuve e conquistou a primeira posição no grid do GP do Canadá, igualando a marca de 65 poles do brasileiro Ayrton Senna. Depois do treino de classificação, o piloto inglês recebeu um capacete do brasileiro, presenteado pelo Instituto Ayrton Senna. Emocionado, ao ver o presente, até deixou cair a garrafa de energético e o óculos que tinha nas mãos. Depois, agarrado a ele completou a volta pela pista, sentado na janela do carro.

Sebastian Vettel, líder do campeonato, que ficou a apenas 0s336 de Hamilton, com 1m11s795, largou da 2ª posição do grid. Os finlandeses Valtteri Bottas e Kimi Raikkonen formaram a segunda final, nessa ordem, enquanto Max Verstappen e Daniel Ricciardo, também nessa ordem sairam da terceira fila. O brasileiro Felipe Massa, com motor Mercedes atualizado, largou da 7ª posição.

Depois de ter sido o mais rápido nas duas primeiras fases da classificação, Hamilton se impôs logo nos primeiros minutos da Q3, com um tempo que parecia insuperável de 1m11s791. Poucos depois, porém, aos 8 minutos da etapa, cravou 1m11s459. Vettel, que tinha 1m12s789 fez um último esforço para superar o rival, mas ficou em 1m11s795.

Nos primeiros 8 minutos da Q1, Bottas tinha 1m12s886; Vettel 1m13s046 e Hamilton 1m13s074. Aos 11 minutos, porém, Bottas confirmou a liderança, fazendo 1m12s685, enquanto Hamilton marcava 1m692 e Vettel ficava nos 13 segundos e 046. Felipe Massa terminou a etapa em 5º lugar, com 1m13s435, e Vandoorne, Stroll, Magnussen, Ericsson e Wehrlein foram eliminados.

Na Q2, Kvyat foi primeiro a ter o tempo registrado, com 1m13s 690 e em seguida, Perez fez 1m13s262. Hamilton assumiu a liderança na sua primeira volta lançada, com 1m12s496; Valtteri Bottas foi o segundo, com 1m12s563, Raikkonen, o 3°, com 1m12s580, e Vettel, que deu uma escapadinha, mas conseguiu controlar o carro, ficou em 4º, com 1m12s749. Ficaram pelo caminho Kvyat, Sainz, Alonso, Grosjean e Palmer. Kvyat fazia uma boa volta e estava perto de salvar, quando teve um pneu furado.

Na Q3, Vettel e Hamilton foram os primeiros a irem para a pista e o alemão foi o primeiro a ter o tempo registrado, com 1m12s423. Aos 4 minutos, Hamilton fez o tempo mágico de 1m11s791, já um recorde da pista, e Bottas quase o alcançou com 1m12s117. Quando parecia que o finlandês tinha a segunda posição garantida, Vettel o surpreendeu com 1m11s795 e depois ainda buscou 1m11s789. Para confirmar o seu domínio, na volta final, Hamilton cravou 1m11s459.

Grid

1 Lewis Hamilton
Mercedes
1m11s459
2 Sebastian Vettel
Ferrari
1m11s795
3 Valtteri Bottas
Mercedes
1m12s177
4 Kimi Raikkonen
Ferrari
1m12s252
5 Max Verstappen
Red Bull
1m12s403
6 Daniel Ricciardo
Red Bull
1m12s557
7 Felipe Massa
Williams
1m12s858
8 Sergio Perez
Force India
1m13s018
9 Esteban Ocon
Force India
1m13s135
10 Nico Hulkenberg
Renault
1m13s271
11 Daniil Kvyat
Toro Rosso
1m13s690
12 Fernando Alonso
McLaren
1m13s693
13 Carlos Sainz Jr.
Toro Rosso
1m13s756
14 Romain Grosjean
Haas
1m13s839
15 Jolyon Palmer
Renault
1m14s293
16 Stoffel Vandoorne
McLaren
1m14s182
17 Lance Stroll
Williams
1m14s209
18 Kevin Magnussen
Haas
1m14s318
19 Marcus Ericsson
Sauber
1m14s495
20 Pascal Wehrlein
Sauber
1m14s810

Corrida

Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu de ponta a ponta, em 1m33m05s154 o GP do Canadá de 2017, mas Sebastian, que terminou no 4º lugar, mantéve a liderança do campeonato com vantagem de 12 pontos: 141 a 129. Foi a 56ª vitoria da carreira, a 4ª da temporada e 6ª no Canadá, do piloto inglês. Ele também fez o seu 13º hat-trick (barba, cabelo e bigode), com a 64ª pole, vitória e a 35ª volta mais rápida, com 1m14s551, na 64ª da 70 voltas. Só Michael Schumacher tem mais hat-trick, 18.

Vettel, 2º no grid, foi prejudicado pela quebra da asa dianteira por Max Verstappen, que o ultrapassava por fora, ainda na largada. O alemão teve que fazer uma parada não programada, voltou na 18ª colocação e teve de fazer uma boa corrida de recuperação parar reduzir o prejuízo. O pódio foi completado por Valtteri Bottas e Daniel Ricciardo e, com a dobradinha, a Mercedes voltou a ocupar a liderança entre as equipes, com 222 pontos contra 214 da Ferrari.

O brasileiro Felipe Massa foi tirado da corrida logo na curva 3, depois da largada, por Carlos Sainz Jr, da Toro Rosso. O espanhol atravessou a pista na frente de Romain Grosjean, bateu no muro, atravessou de pita de novo mais à frente a atingiu o meio do carro de Massa, obrigando a saída dos dois. A surpresa e a sensação da corrida fora os pilotos da Force India Sergio Perez e Esteban Ocon, que poderiam até ter lutado pelo pódio, não fosse uma disputa interna. Perez se recusou a obedecer ordem da equipe para que cedesse a posição ao companheiro, que teria mais condições de passar por Ricciardo. Nem dois conseguiu ultrapassagem e tiveram que se contentar com o 5º e 6º lugares, respectivamente. Na primeira corrida “em casa” o canadense Lance Stroll conquistou seus primeiros dois pontos, com o 9º lugar.

A corrida transcorreu sob bom tempo, com temperatura inicial de 28 graus no ambiente e 40 na pista, tendo caído um pouco até o final. Pascal Wehrlein largou da pit lane e Daniil Kvyat ficou para na pista, não fazendo a volta de apresentação, o que lhe custou uma punição de stop&go.Hamilton largou bem e impôs boa vantagem desde o início, mas Vettel não conseguiu o mesmo. Ao se apagarem as luzes, Max Verstappen atacou por fora, tocou na asa do alemão e do 5º, pulou para o segundo lugar, enquanto o adversário era obrigado a ir para o box e voltar 1m18º. Em seguida, o acidente envolvendo Massa e Sainz provocou a entrada do safety car por três voltas. Na relargada, Ricciardo sobe 2 posição e passa a 4º e Raikkonen cai para 6º, ultrapassado também por Perez. A essa altura, o informativo da FOM anunciava que Bottas estava na 18ª posição, uma volta atrás, erro que demorou a ser corrigido.

Na volta 11, Max Verstappen, que era segundo, parou na pista, por problemas elétricos e o safety virtual vigou por mais três voltas. Raikkonen parou na volta 18 e na volta 20 os 10 primeiros eram Hamilton, Bottas, Ocon, Alonso, Ricciardo, Perez, Raikkonen, Magnussen, Stroll e Vettel. Na volta 21, Ricciardo passou por Alonso e Vettel ultrapassou Stroll.Na volta 24, com a parada de Bottas, surpreendentemente, Ocon assume a vice-liderança da corrida, que só perdeu na volta 33, quando fez sua primeira parada em voltou em 6º.

Na volta 35, metade da corrida, os 10 primeiros eram Hamilton (que parou e voltou em primeiro), Bottas, Ricciardo, Perez, Raikkonen, Ocon, Vettel, Alonso, Hulkenberg e Kvyat. Daí até o final, a prova teve seus melhores momentos. Primeiro com Vettel fazendo pelo menos duas voltas mais rápidas para ultrapassar Raikkonen, só conseguindo quanto o finlandês errou e saiu para a grama, na volta 60. Depois com a disputa entre Perez e Ocon para decidir que iria tentar ultrapassar Ricciardo, para subir ao pódio. Ocon disse que conseguiria, a equipe acreditou e mandou Perez ceder a posição, mas o mexicano se reusou e no final nenhum dos dois conseguiu ir além das posições que ocupavam, 5º e 6º. Na volta 66, Vettel deu um chega pra lá em Ocon, jogando para fora da pista, e 69 passou por Perez, para cruzar a linha de chegada em 4º lugar.

A classificação da corrida foi a seguinte:

 

Pos. Piloto Equipe Tempo
Lewis Hamilton Mercedes 1h33m05s154
Valtteri Bottas Mercedes a 19s783
Daniel Ricciardo Red Bull 35s297
Sebastian Vettel Ferrari 35s907
Sergio Perez Force India 40s476
Esteban Ocon Force India 40s716
Kimi Raikkonen Ferrari 58s632
Nico Hulkenberg Renault 1m00s374
Lance Stroll Williams 1 volta
10º Romain Grosjean Haas 1 volta
11º Jolyon Palmer Renault 1 volta
12º Kevin Magnussen Haas 1 volta
13º Marcus Ericsson Sauber 1 volta
14º Stoffel Vandoorne McLaren 1 volta
15º Pascal Wehrlein Sauber 2 voltas
Não completaram
Fernando Alonso McLaren 66-motor
Daniil Kvyat Toro Rosso 54-motor
Max Verstappen Red Bull 11-elétrica
Felipe Massa Williams 0-colisão
Carlos Sainz Jr Toro Rosso 0-colisão

Classificação

Pilotos

Posição Piloto Pontos
Sebastian Vettel 141
Lewis Hamilton 129
Valtteri Bottas 93
Kimi Raikkonen 73
Daniel Ricciardo 67
Max Verstappen 45
Sergio Perez 44
Esteban Ocon 27
Carlos Sainz Jr 25
10º Felipe Massa 20
11º Nico Hulkenberg 18
12º Romain Grosjean 10
13º Kevin Magnussen 5
14º Pascal Wehrlein 4
15º Daniil Kvyat 4
16º Lance Stroll 2
17º Jolyon Palmer 0
18º Marcus Ericsson 0
19º Fernando Alonso 0
20º Antonio Giovinazzi 0
21º Stoffel Vandoorne 0
22º Jenson Button 0

 Equipes

Posição Equipe Pontos
Mercedes 222
Ferrari 214
Red Bull 112
Force India 71
Toro Rosso 29
Williams 22
Renault 18
Haas 15
Sauber 4
10º McLaren 0