Canadá – 2016

Data – 12 de junho de 2016

Circuito –  Circuito Gilles Villeneuve – Montreal

Pista – 4.361 metros

Voltas – 70 – 305,270 km

Pole – Lewis Hamilton – Mercedes – 1m12s812

Vencedor –  Lewis Hamilton – Mercedes

Tempo –  1h31m05s296

Volta mais rápida –  Nico Rosberg –  Mercedes – 60 – 1m15s599

Líderes – Sebastian Vettel (1-10), Lewis Hamilton  (11=23) Sebastian Vettel  (24-36), Lewis Hamilton (37-70)

Classificação

Depois de dominar os dois primeiros treinos, na sexta-feira e falhar no terceiro, Lewis Hamilton liderou o treino de classificação, à tarde, para largar da pole position do GP do Canadá, disputado no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, no dia 12 de junho.

O piloto inglês garantiu a 4ª pole da temporada ao cravar 1m12812 na segunda tentativa da Q3 e livrar 0s62 de vantagem sobre o companheiro Nico Rosberg. Sebastian Vettel, que lamentou a falta de tração do carro na saída do grampo, ficou a 0s178 do líder.

Felipe Massa, obrigado a usar uma asa traseira velha, porque a nova foi danificada no acidente do treino de ontem, fez só uma tentativa de tempo na Q3 e por queda de rendimento no terceiro setor, fez 1m13s769 e ficou na 8ª posição. Felipe Nasr não passou da primeira sessão de classificação e vai sair na 20ª posição. Daniel Kvyat punido com a perda de 5 posições, por ter batido em Kevin Magnussen, em Mônaco, larga da 16ª posição. Magnussen, que não participou do treino, porque a Renault não conseguiu recuperar seu carro, danificado no acidente de ontem, vai largar da pit lane. Com isso, Sainz Jr. que provocou bandeira vermelha durante a Q2, ganhou uma posição e vai largar da 15ª.

Apenas Perez e Hulkenberg iniciaram o treino com pneus supermacios, enquanto dos os demais foram de ultramacios na Q1, Hamilton, Vettel e Rosberg iniciaram o treino em ritmo de corrida, disputando a pista limpa para a primeira volta lançada. Rosberg obteve, então, o melhor tempo, com 1m14s601, na sua 4ª tentativa e melhorou para 1m13s714 na volta seguinte. A sessão terminou com Rosberg, Vettel, Ricciardo, Hamilton e Bottas nas cinco primeiras colocações. Palmer, Wehrlein, Ericsson, Nasr e Haryanto foram eliminados.

A Q2 começou com Kvyat na liderança, com 1m14s639, seguido de Hulkenberg, com 1m17s808 e Grosjean, com1m12s171 e foi interrompida com bandeira vermelha antes de dois minutos, pela batida de Sainz Jr no Muro dos Campeões.

No reinicio do treino, Massa tomou o primeiro lugar, com 1m14s130, seguido de Bottas, com 1m14s156, mas logo Hamilton e Rosberg os ultrapassaram. Hamilton fez 1m13s076 e Rosberg, 1m13s094, os melhores tempos dessa fase. Bottas (1m13s791), Ricciardo (1m13s840) e Verstappen (1m13s849), completaram a lista dos cinco primeiros. Alonso escapou da degola com o cronometro já parado, garantiu a passagem para a Q3, o mesmo acontecendo com Hulkenberg, que tomou a posição do companheiro Sergio Perez.

A Q3 começou com Ricciardo, Bottas e Verstappen nas primeiras posições, mas aos 5 minutos Hamilton e Rosberg se impuseram com os tempos que vigorariam até o final. Vettel demorou mais para obter a terceira colocação, depois de roçar o muro e, segundo ele, sentir falta de tração na saída do grampo.

 

 

Grid

1

Lewis Hamilton

Mercedes

1m12s812

2

Nico Rosberg

Mercedes

1m12s874

3

Sebastian Vetel

Ferrari

1m13s

4

Daniel Riciardo

Red Bull

1m13s166

5

Max Verstappen

Red Bull

1m13s414

6

Kimi Raikkonen

Ferrari

1m13s579

7

Valtteri Bottas

Williams

1m13w670

8

Felipe Massa

Williams

1m13s769

9

Nico Hulkenberg

Force India

1m13s952

10

Fernando Alonso

McLaren

1m14s338

11

Sergio Perez

Force India

1m14s317

12

Jenson Button

McLaren

1m14s437

13

Esteban Gutierrez

Haas

1m14s571

14

Romain Grosjean

Haas

1m14s803

15

Daniil Kvyat

Toro Rosso

1m14s457

16

Jolyon Palmer

Renault

1m15s459

17

Pascal Wehrlein

Renault

1m15s599

18

Felipe Nasr

Sauber

1m16s663

19

Rio Haryanto

Manor

1m17s952

20

Carlos Sainz Jr.

Toro Rosso

1m21s956

21

Marcus Ericsson

Sauber

1m15s665

22

Kevin Magnussen

Renault

sem tempo

 

 

Daniil Kvyat perdeu 5 posições, por bater em Kevin Magnussen, em Mônaco. Marcus Ericsson perdeu 3 posições por bater em Felipe Nasr, em Mônaco. Carlos Sainz Jr. perdeu 5 posições, por troca da caixa de cambio. Kevin Magnussen não participou da classificação, porque seu carro, danificado em acidente no treino da manhã, não foi recuperado a tempo.

Corrida

Sebastian Vettel fez uma excelente largada, passou pelos dois carros da Mercedes e assumiu a liderança, mas um erro de estratégia da Ferrari deu a vitória a Lewis Hamilton, no GP do Canadá. A equipe italiana quis aproveitar uma segurança virtual para troca de pneus já na 12ª volta, mantendo os compostos ultramacios, indicando uma estratégia de duas paradas,  pois ainda teria de usar os macios, obrigatórios.  Hamilton, com a estratégia de uma parada, substituindo os ultramacios pelos macios, assumiu a liderança e manteve a posição até o final, apesar do assédio constante do rival. Valtteri Bottas, da Williams, com atuação discreta mas eficiente, conquistou o terceiro lugar no pódio. Nico Rosberg, que rodou na terceira tentativa de tomar o 4º lugar de Max  Verstappen, fez a volta mais rápida, com1m15s843. Hamilton completou as 70 voltas em 1h31m05s296.

Ao contrário das previsões de chuva a corrida começou e terminou com tempo seco e temperatura de 21 graus. A maioria dos pilotos largou com pneus ultramacios, mas Button e Haryanto optaram pelos supermacios e Perez e Magnussen pelos macios.

Numa largada surpreendente, Vettel colocou o carro por fora, pela direita, ultrapassou Hamilton e Rosberg e assumiu a liderança ainda antes da primeira curva. Na briga pelo segundo lugar, os dois carros da Mercedes se tocaram, Hamilton conseguiu se manter na pista, mas Rosberg saiu pela grama,  voltou tendo que se desviar de vários outros carros e acabou na 10ª, depois na 9ª posição.

Com a queda de Rosberg, Verstappen assume o 3º lugar , Ricciardo o 4º e Raikkonen o 5º. Bottas e Massa também ganham uma posição, passando para 6º e 7º, respectivamente. Na 11ª volta, a Red Bull mandas Verstappen deixar Ricciardo, que estava mais rápido, passar, mas o jovem holandês não atendeu a ordem.

Ainda na volta 11, Button teve problemas com o motor do seu carro e parou em lugar perigoso, o que obrigou a implantação do safety car virtual. Na volta seguinte, Vettel e Ricciardo pararam para a troca de pneus, mantendo os ultramacios, numa ação que definiu a sorte da corrida. O alemão voltou em 4º, passou por Ricciardo, na volta 17, e por Verstappen, na 19, com o uso da asa aberta e chegou ao 2º lugar. Na volta 25, quando Hamilton parou para colocar os pneus macios, ele reassumiu a liderança,  seguido do inglês, de Verstappen, Raikkonen, Ricciardo, Bottas, Rosberg, Perez, Massa e Hulkenberg, que completavam  o pelotão da frente, na volta 30. Na volta 31, quando era 9º colocado, Massa teve de abandonar a corrida, por um problema no motor que não quis revelar quando foi entrevistado ainda na pista.

Na volta 38, Vettel fez a segunda parada para cumprir a obrigação de colocar os pneus macios e Hamilton aproveitou para tomar a liderança, que manteve até o fim. Entre as voltas 41 e 45, o piloto da Ferrari fez três voltas mais rápidas (16s.631,16s573 e 16s546), mas a vantagem de Hamilton esteve sempre entre 4 e 5 segundos.

Na volta 54, quando fez o melhor da corrida até então, 1m15s992, depois de três voltas de pressão, Rosberg ultrapassou Ricciardo, assumindo o 5º lugar, e iniciou uma verdadeira caçada a Verstappen, terceiro colocado.

Após fazer a última volta mais rápida, na volta 59, com1,15s843, na volta 64, Rosberg e Verstappen proporcionaram o melhor momento da corrida. O alemão,por três vezes, esteve lado a lado como holandês, mas não conseguiu tomar o 4º lugar. Na última volta, quando conseguiu a ultrapassagem, rodou dentro da curva, saiu da pista e deu sorte de manter a 5ª posição.

Enquanto isso, Hamilton partida para a sua 5ª vitória na temporada, baixando para apenas 9 pontos a diferença para o líder Rosberg, que era de 24 pontos. Ao deixar o carro, Hamilton prestou homenagem a Muhammad Ali, imitando seus passos no ringue.

 

Resultados

 

Posição

Piloto

Equipe

Tempo

Lewis Hamilton Mercedes

1h31m05s296

Sebastian Vettel Ferrari

a 5s011

Valtteri Bottas Williams

46s422

Max Verstappen Red Bull

53s020

Nico Rosberg Mercedes

1m02s093

Kimi Raikkonen Ferrari

1m03s017

Daniel Ricciardo Red Bull

1m03s634

Nico Hulkenberg Force India

1 volta

Carlos Sainz Jr. Toro Rosso

1 volta

10º

Sergio Perez Force India

1 volta

11º

Fernando Alonso McLaren

1 volta

12º

Daniil Kvyat Toro Rosso

1 volta

13º

Romain Grosjean Haas

1 volta

14º

Esteban Gutierrez Haas

2 voltas

15º

Marcus Ericsson Sauber

2 voltas

16º

Kevin Magnussen Renault

2 voltas

17º

Pascal Wehrlein Renault

2 voltas

18º

Felipe Nasr Sauber

2 voltas

19º

Rio Haryanto Manor

2 voltas

Não completaram

Felipe Massa Williams

35-superaquecimento

Jolyon Palmer Renault

16-vazamento de água

Jenson Button McLaren

9 – motor

 

Classificação

Piloto

Nico Rosberg

116

Lewis Hamilton

107

Sebastian Vettel

78

Daniel Ricciardo

72

Kimi Raikkonen

69

Max Verstappen

50

Valtteri Bottas

44

Felipe Massa

37

Sergio Perez

24

10º

Daniil Kvyat

22

11º

Romain Grosjean

22

12º

Fernando Alonso

18

13º

Carlos Sainz Jr.

16

14º

Nico Hulkenberg

18

15º

Kevin Magnussen

6

16º

Jenson Button

5

17º

Stoffel Vandoorne

1

18º

Jolyon Palmer

0

19º

Marcus Ericsson

0

20º

Felipe Nasr

0

21º

Esteban Gutierrez

0

22º

Pascal Wehrlein

0

23º

Rio Haryanto

0

 

Equipe

 Mercedes

223

Ferrari

147

Red Bull

130

Williams

81

Force India

42

Toro Rosso

32

McLaren

24

Haas

22

Renault

6

10º

Sauber

0

11º

Manor

0