Austrália 2019

Data –17 de março de 2019
Circuito – Albert Park – Melbourne
Pista – 5.303 metros
Voltas – 58 – 307,574 km
Pole –Lewis Hamilton – Mercedes – 1m20s486
Vencedor – Valtteri Bottas – Mercedes –
Tempo – 1h24sm27s3254
Volta mais rápida – Valtteri Bottas – Mercedes – 57 – 1m25s580
Líderes – Valtteri Bottas (1-22), Max Verstappen (23-24), Valtteri Bottas (25-58)
Qualificação
Depois de liderar os três treinos livres, Lewis Hamilton confirmou a sua superioridade em relação ao resto do grid ao conquistar, com novo recorde da pista, a pole position para o GP da Austrália. Com o tempo de 1m20s486, o piloto inglês superou a sua própria marca de 1m21s, de 2018, e ficou 0s112 à frente do companheiro Valtteri Bottas e 0s704 de Sebastian Vettel, da Ferrari. Essa foi a sexta pole position consecutiva do piloto inglês no circuito de Melbourne, o que só Michael Schumacher tinha conseguido antes. Ele também igualou as marcas de Schumacher e Ayrton Senna, com 8 poles numa mesma pista; Schumacher no Japão e Senna no GP de San Marino.
Max Verstappen, da Red Bull, no último minuto da Q3, se colocou entre os dois carros da Ferrari, passando à frente de Charles Leclerc. Romain Grosjean e Kevin Magnussen colocaram a Haas como a quarta força da disputa, ocupando os 6º e 7º lugares respectivamente e o calouro Nando Norris surpreendeu, passando à Q3, para ficar na 8ª posição. Kimi Raikkonen da Alfa Romeo, e Sergio Perez, da Racing Point completaram os Top 10 do grid.
Sob bom tempo e temperatura ambiente de 23 graus e de 40 graus na pista, Nando Norris foi o primeiro a ir para a pista, abrindo a Q1. Logo em seguida, saíram Robert Kubica e Carlos Sainz, este com uma inscrição em homenagem a Charles Whiting no capacete. Norris foi o primeiro a ter o tempo registrado, com 1m24s654. Em seguida, Russel fez 1m25s728; Vettel marcou 1m23881; Raikkonen, 1m23s432 e Leclerc, 1m23s236, tempo que o jogou para as últimas posições e ameaça de eliminação.
Na primeira entrada dos dois, Bottas fez 1m22s658 e Hamilton, 1m22s681, para assumirem a liderança da etapa, seguidos de Verstappen, com 1m22s876. A 3 minutos do final, na sua segunda volta lançada, Hamilton fez 1m22s9043, para subir à liderança, da qual foi desbancada no minuto final por Leclerc, que trocando os pneus médios pelos macios, fez uma volta extraordinária, de 1m22s017, para terminar a Q1 em primeiro lugar. Lance Stroll, Pierre Gasly, George Russel, Carlos Sainz e Robert Kubica foram eliminados. O espanhol foi prejudicado por Kubica, que teve um pneu furado e um passeio pela grama.
Para a Q2, todos os pilotos optaram pelos pneus macios e os tempos começaram a baixar para a casa dos 21 segundos; Leclerc fez 1m21s739, voltando à liderança, até Bottas marcar 1m21s241. Hamilton cravou 1m21s869, Vettel, 1m21s912, e até Verstappen, que na primeira tentativa tinha caído para 15ª posição, recuperou-se e, com 1m21s712, assumiu o 2º lugar. A etapa terminou tendo Hamilton em 1º, com 1m21s014, e Hulkenberg, Ricciardo, Albon, Grosjean e Kvyat eliminados.
Na Q3, com pneus médios, Hamilton largou fazendo 1m21s055, mas, simultaneamente, estabeleceu novo recorde da pista em qualificação, com 1m20s598. Vettel assumiu o 3º lugar, com 1m21s250 e Leclerc ocupou a 4ª posição, com 1m21s442, até ser superado por Max Verstappen, com 1m21s320. Na sua última volta, Hamilton baixou o tempo para 1m20s5486, invertendo a posição com Bottas, que nessa derradeira tentativa não passou de 1m20s695.

Grid

1 Lewis Hamilton
Mercedes
1m20s486
2 Valtteri Bottas
Mercedes
1m20s598
3 Sebastian Vettel
Ferrari
1m21s190
4 Max Verstappen
Red Bull
1m21s320
5 Charles Leclerc
Ferrari
1m21s44
6 Romain Grosjean
Haas
1m21s826
7 Kevin Magnussen
Haas
1m22s099
8 Lando Norris
McLaren
1m22s304
9 Kimi Raikkonen
Alfa Romeo
1m22s314
10 Sergio Perez
Racing Point
1m22s7810
11 Nico Hulkenberg
Renault
1m22s562
12 Daniel Ricciardo
Renault
1m22s579
13 Alexander Albon
Toro Rosso
1m22s636
14 Antonio Giovinazzi
Alfa Romeo
1m22s714
15 Daniil Kvyat
Toro Rosso
1m22s714
16 Lance Stroll
Racing Point
1m23s017
17 Pierre Gasly
Red Bull
1m23s020
18 Carlos Sainz
McLaren
1m23s084
19 George Russel
Williams
1m24s360
20 Robert Kubica
Williams
1m26s067

 

Corrida

Valtteri Bottas, segundo no grid, surpreendeu Lewis Hamilton, o pole position na largada e ganhou de ponta a ponta o Grande Prêmio da Austrália de 2019, no circuito de Albert Park, em Melbourne. Quando as luzes vermelhas se apagaram, o piloto finlandês pulou na frente do companheiro, assumiu a liderança e a manteve até o final, cumprindo o percurso de 5,303 metros em 1hr25m 27s325, com 20s886 à frente do pentacampeão. Bottas conquistou também o ponto extra para a volta mais rápida, com o tempo de 1m25s580, no penúltimo dos 58 giros da prova. Max Verstappen, da Red Bull, depois de ultrapassar Sebastian Vettel e fazer intensa perseguição a Hamilton, completou o pódio, o primeiro do motor Honda, depois de 11 anos. Os dois carros da Ferrari ficaram para trás, com Vettel em 4] e Charles Leclerc no 5º lugar.
Kevin Magnussen liderou o pelotão intermediário, seguido de Nico Hulkenberg, Kimi Raikkonen, Lance Stroll e Daniil Kvyat, que completaram o Top 10. Daniel Ricciardo abandonou a pista depois de 28 voltas, depois de sair para a grama e perder a asa dianteira, antes da primeira curva. Carlos Sainz parou na volta 10, por superaquecimento do motor Renault, que teve princípio de incêndio.
Depois de sair na frente, Bottas encadeou cinco voltas rápidas para impor mais de um segundo de vantagem sobre Hamilton. Vettel passou por Verstappen para ser terceiro e manteve a posição, resistindo a ameaça do companheiro Leclerc. Magnussen, que era 7º pulou para 6º; Grosjean passou a 7ª e Norris, de 8º caiu para 10º. Na 6ª volta, Kubica se choca com o companheiro George Russel, perde a asa dianteira mas continua na corrida.
Na volta 10, Bottas já tinha uma frente de 3 segundos sobre Hamilton, de 7 segundos sobre Vettel e mais de 14 sobre Leclerc. Na volta 14, Raikkonen faz sua parada e volta na 16ª posição e Vettel, que parou na volta seguinte, retornou em 6º. Hamilton foi para o pit stop na 16ª volta, trocando os pneus macios pelos médios, voltando em 4º. Essa parada antecipada foi uma das razões da derrota, pois Bottas, que só parou na volta 23 e retornou em 2º, correu sempre com pneus mais novos.
Na volta 30, quando, dos 10 primeiros, só Gasly não tinha feito sua parada, Bottas mantinha a frente, seguido por Hamilton, Vettel, Verstappen, Leclerc, Gasly, Magnussen, Hulkenberg, Raikkonen e Stroll, que tinha largado em 16º. Essa ordem se alterou na volta 31, quando Verstappen, no segundo trecho de DRS, ultrapassou Vettel e assumiu o 3º lugar. A partir daí o holandês da Red Bull passou a caçar Hamilton, chegou perto, mas nunca conseguiu diferença suficiente para usar a abertura da asa e ultrapassar. A tarefa ficou ainda mais difícil na volta 49, quando ele saiu pela grama e ficou mais de 3 segundos atrás do inglês. Na volta 51, Leclerc, que era mais rápido, volta a tentar a ultrapassagem sobre Vettel, mas o alemão se defende bem, de novo. Depois da corrida, Leclerc confessou que a equipe pediu que ele não pressionasse o companheiro.
Nas últimas voltas, Verstappen e Bottas batalharam pela volta mais rápida. O holandês fez 1m26s540, na 54, mas na 57 e penúltima o finlandês garantiu o ponto extra, com 1m25s580.

Resultados

Posição Piloto Equipe Tempo
Valtteri Bottas Mercedes 1h24m27s325
Lewis Hamilton Mercedes 1h25m48s211
Max Verstappen Red Bull 1h25m49s845
Sebastian Vettel Ferrari 1h26m24s434
Charles Leclerc Ferrari 1h26m25s555
Kevin Magnussen Haas 1h26m54s481
Nico Hulkenberg Renault 1 volta
Kimi Raikkonen Alfa Romeo 1 volta
Lance Stroll Racing Point 1 volta
10º Daniil Kvyat Toro Rosso 1 volta
11º Pierre Gasley Red Bull 1 volta
12º Lando Norris McLaren 1 volta
13º Sergio Perez Racing Point 1 volta
14º Alexander Albon Toro Rosso 1 volta
15º Antônio Giovinazzi Alfa Romeo 1 volta
16º George Russel Williams 2 voltas
17º Robert Kubica Williams 3 voltas
Não completaram
Romain Grosjean Haas 29 voltas
Daniel Ricciardo Renault 28 voltas
Carlos Sainz Jr McLaren 10 voltas

Classificação

Pilotos

Posição Piloto Equipe Pontos
Valteri Bottas Mercedes 26
Lewis Hamilton Mercedes 18
Max Verstappen Red Bull 15
Sebastian Vettel Ferrari 12
Charles Leclerc Ferrari 10
Kevin Magnussen Haas 8
Nico Hulkenberg Renault 6
Kimi Raikkonen Alfa Romeo 4
Lance Stroll Racing Point 2
10º Daniil Kvyat Toro Rosso 1
11º Pierre Gasly Red Bull 0
12º Lando Norris MacLaren 0
13º Sergio Perez Racing Point 0
14º Alexander Albon Toro Rosso 0
15º Antônio Giovinazzi Alfa Romeo 0
16º George Russel Williams o
17º Robert Kubica Williams 0
18º Romain Grosjean Haas 0
19º Daniel Ricciardo Red Bull 0
20º Carlos Sainz Jr McLaren 0

 

Equipes

Posição Equipe Pontos
Mercedes 44
Ferrari 22
Red Bull 15
Haas 8
Renault 6
Alfa Romeo 1
Racing Point 0
Toro Rosso 0
McLaren 0
10º Williams 0