Alemanha 2018

Data –22 de julho de 2018

Circuito –  Hockenheimring

Pista –  4.574 metros

Voltas –  67 – 306,458 km

Pole – Sebastian Vettel – Ferrari – 1m11s212

Vencedor – Lewis Hamilton – Mercedes

Tempo –  1h32m29s845

Volta mais rápida –  Lewis Hamilton – Mercedes – 66 – 1m15s545

Lideres – Sebastian Vettel (1-25), Valtteri Bottas (26-28), Kimi Raikkonen (29-38), Sebastian Vettel (39-51), Valtteri Bottas (52), Lewis Hamilton (53-67)

Qualificação

Com o tempo de 1m11s212, recorde para o circuito de Hockenheim, Sebastian Vettel conquistou a pole position para o GP da Alemanha de 2018, que voltava ao calendário da Fórmula 1, depois de dois anos. Valtteri Botas, da Mercedes ocupou a outra vaga na primeira fila, à frente de Kimi Raikkonen, da Mercedes, e Max Verstappen, da Red Bull. Lewis Hamilton, vice-líder do campeonato, teve problemas na classificação e largou da 14ª posição.

Q1 – Depois da chuva do último treino livre, a etapa de qualificação começou com pista seca. Charles Leclerc foi o primeiro a registrar tempo, mas logo Vettel e Raikkonen conseguiram as melhores marcas, baixando de 1s13. Hamilton chegou perto, mas a 6 minutos do fim da sessão, Vettel fez 1m12s538, a 0s185 de Raikkonen e 0s424 do inglês. Logo depois, Raikkonen melhorou ainda mais 1m12s505. A essa altura, Hamilton enfrentou problema hidráulico e nem conseguiu levar o carro de volta aos boxes. No desespero, tentou até empurrar o carro, o que não é permitido pelo regulamento.  Ele chegou a se classificar para o Q2, em quinto, mas acabou largando da 14ª posição. Foram eliminados dessa fase Esteban Ocon, Pierre Gasly, Brendon Hartley, Lance Stroll e Stoffel Vandoorne. .

Q2 – Nas primeiras tentativas da Q2, Bottas foi mais rápido do que a dupla da Ferrari, até porque Raikkonen foi atrapalhado por uma rodada de Marcus Ericsson no trecho do estádio. Como o sueco jogou muita brita no traçado, o treino foi interrompido para limpeza do asfalto. No reinicio do treino, a disputa pelas vagas finais na Q3 foi muito acirrada. Charles Leclerc voltou a ter um bom desempenho, ficando em 8º. Sergio Perez conquistou a última vaga para a Q3. Com os problemas da McLaren, Fernando Alonso acabou na 11ª posição e Sergey Sirotkin foi o 12º, à frente de Marcus Ericsson. Foram eliminados Fernando Alonso, Sergey Sirotkin, Marcus Ericsson, Lewis Hamilton, e Daniel Ricciardo.

Q3 – A fase decisiva da qualificação começou com Vettel à frente, com 1m11s539, o melhor tempo do dia e 0s170 de vantagem sobre Bottas. Raikkonen, que errou na primeira curva na primeira tentativa ficou em 3º e Verstappen, em 4º. Na última bateria de voltas lançadas, Bottas assumiu a liderança, 01s1 à frente de Vettel, mas na sua última tentativa, o alemão, com 1m11s212, 0s204 mais rápido, garantiu a 5ª pole em 11 corridas da temporada e 55ª da carreira. (Com informações de Wikipedia.org)

Grid

1 Sebastian Vettel

Ferrari

1m11s212

2 Valtteri Bottas

Mercedes

1m11s416

3 Kimi Raikkonen

Ferrari

1m11s547

4 Max Verstappen

Red Bull

1m11s822

5 Kevin Magnussen

Haas

1m12s200

6 Romain Grosjean

Haas

1m12s544

7 Nico Hulkenberg

Renault

1m12s560

8 Carlos Sainz Jr

Renault

1m12s692

9 Charles Leclerc

Sauber

1m12s717

10 Sergio Perez

Force India

1m12s774

11 Fernando Alonso

McLaren

1m13s657

12 Sergey Sirotkin

Williams

1m13s702

13 Marcus Ericsson

Sauber

1m13s736

14 Lewis Hamilton

Mercedes

sem tempo

15 Esteban Ocon

Force India

1m13s720o

16 Brendon Hartley

Toro Rosso

1m14s045

17 Lance Stroll

Williams

1m14s206

18 Stoffel Vandoorne

McLaren

1m14s401

19 Daniel Ricciardo

Red Bull

sem tempo

20 Pierre Gasly

Toro Rosso

1m13s749

Daniel Ricciardo perdeu 20 posições por exceder a cota de elementos da unidade de potência. Pierre Gasly perdeu 30 posições, por exceder cota de elementos da unidade de potência

Corrida

Dois fatos inesperados marcaram o GP da Alemanha de 2018, no circuito de Hockenheim, no dia 22 julho. O primeiro foi um erro do alemão Sebastian Vettel, que, isolado, mas com pneus de seco na pista molhada, escapou e bateu no muro, abandonando a corrida na 51ª das 67 voltas. O outro foi a fantástica recuperação de Lewis Hamilton, que largou da 14ª posição e ganhou a prova, retomando a liderança do campeonato, com 17 pontos de vantagem sobre Vettel (188 a 171). O piloto da Mercedes cobriu os 4.474 metros do percurso em 1h32m29s845, 4s535 à frente do companheiro de equipe Valtteri Bottas. Kimi Raikkonen, da Ferrari, ocupou o terceiro lugar do pódio, a 6s732 do vencedor.

A largada foi tranquila, com Vettel e Bottas sustentando os dois primeiros lugares, enquanto Raikkonen tinha dificuldades para conter Verstappen. Magnussen, Hulkenberg, Grosjean, Perez, Sainz e Leclerc completavam os Top 10, no final da primeira volta. Hamilton ficou preso no bloco intermediário no início e só ganhou uma posição. Na sexta volta, porém, o inglês já era o 10º, alijando Leclerc da zona de pontuação. Após 4 voltas, Vettel cravava volta rápida em cima de volta rápida e abria mais de 2 segundos para Bottas. Completadas 10 voltas, Vettel continuou na ponta, quase 4 segundos à frente de Bottas, seguidos de Raikkonen, Max Verstappen e Magnussen. Ricciardo assumia a 14ª posição e Hamilton chegava a 7º, após ultrapassar Sainz, Grosjean e Perez.

Na volta 14, Hamilton completou a passagem pelo bloco intermediário e, em 5º, começou a tirar a diferença de 20 segundos para Verstappen, o 4º colocado. Raikkonen foi o primeiro a parar, na volta 15, a fim de evitar a ameaça de Hamilton e tentar voltas rápidas, para atacar Bottas. Vettel parou na volta 26, saiu com pneus macios e, para sua surpresa, voltou atrás de Räikkönen. Bottas e Verstappen, que passaram ser primeiro e segundo, pararam nas voltas 28 e a 29 e a ordem passou a ser Räikkönen, Vettel, Hamilton, Bottas e Verstappen. Ricciardo, que largou da 19ª posição e chegou a estar na zona de pontuação, nem chegou a fazer pit stop.  Na volta 29, perdeu potência e encostou o carro à beira da pista.

Mesmo com pneus mais desgastados, Raikkonen resistiu da volta 35 até a 41 para, contrariado, atender a ordem da Ferrari para dar passagem ao alemão. Hamilton parou na volta 43, voltando em 5º, com pneus ultramacios, a 8s de Verstappen. E, apesar da forte chuva que caiu logo depois, o piloto da Mercedes continuou com os compostos até o fim, enquanto maioria dos concorrentes recorria aos intermediários. Um deles foi Verstappen, que lhe cedeu o 5º lugar.  Na volta 51, a chuva apertou e Vettel, de pneus de seco, escapou e bateu no muro no trecho do estádio, abandonando a corrida.  Raikkonen ganhou a liderança, seguido de Hamilton, mas na volta 54 fez mais uma parada no box e o inglês assumiu a ponta. Nas voltas finais, Lewis Hamilton se negou a atender chamado da equipe para colocar pneus de chuva e passou pela pit lane sem parar. Mesmo pressionado pelo companheiro Valtteri Bottas, que tinha pneus novos, sustentou a posição para conquistar a sua 66ª vitória na F1.

Resultados

Pos Piloto Equipe Tempos
1 Lewis Hamilton Mercedes 1h32m29s845
2 Valtteri Bottas Mercedes a 4s535
3 Kimi Raikkonen Ferrari 6s732
4 Max Verstappen Red Bull 7s654
5 Nico Hulkenberg Renault 26s609
6 Romain Grosjean Haas 28s871
7 Sergio Perez Force India 30s556
8 Esteban Ocon Force India 31s750
9 Marcus Ericsson Sauber 32s362
10 Brendon Hartley Toro Rosso 34s197
11 Kevin Magnussen Haas 34s919
12 Carlos Sainz Jr Renault 43s069
13 Stoffel Vandoorne McLaren 46s617
14 Pierre Gasly Toro Rosso 1 volta
15 Charles Leclerc Sauber 1 volta
Não completaram
Fernando Alonso McLaren 65-câmbio
Lance Stroll Williams 51-freios
Sebastian Vettel Ferrari 51 -acidente
Sergey Sirotkin Williams 51-óleo
Daniel Ricciardo Red Bull 29-potência

Carlos Sainz Jr terminou  em 10º, mas foi punido com 10 segundos no tempo, por ultrapassagem insegura. Fernando Alonso abandonou, mas foi classificado, por ter cumprido mais de 90% do percurso

Classificação

Pilotos

Posição Piloto Pontos
Lewis Hamilton 188
Sebastian Vettel 171
Kimi Raikkonen 131
Valtteri Bottas 122
Daniel Ricciardo 106
Max Verstappen 105
Nico Hulkenberg 52
Fernando Alonso 40
Kevin Magnussen 39
10º Esteban Ocon 29
11º Sergio Perez 29
12º Carlos Sainz Jr 28
13º Romain Grosjean 20
14º Pierre Gasly 19
15º Charles Leclerc 13
16º Stoffel Vandoorne 8
17º Marcus Ericsson 5
18º Lance Stroll 4
19º Brendon Hartley 2
20º Sergey Sirotkin 0

Equipes

Posição Equipe Pontos
Mercedes 310
Ferrari 302
Red Bull 211
Renault 80
Haas 59
Force India 58
McLaren 48
Toro Rosso 21
Sauber 18
10º Williams 4