Alemanha – 2016

Data –31 de julho de 2016

Circuito –  Hockenheimring

Pista –  4.574 metros

Voltas –  67 – 306,458 km

Pole –Nico Rosberg – Mercedes – 1m14s363

Vencedor – Lewis Hamilton – Mercedes

Tempo – 1h30m44s200

Volta mais rápida – Daniel Ricciardo – Red Bull – 48 – 1m18s442

Lideres – Lewis Hamilton (1-67)

 Qualificação

Nico Rosberg superou uma falha eletrônica na unidade de potência que o obrigou a abortar a primeira volta lançada do Q3 e na segunda tentativa conquistou a pole position para o GP da Alemanha, no circuito de Hockenheim. Lewis Hamilton, que tinha a pole provisória, deu uma segunda volta, para tentar recuperar a posição, mas não teve êxito, por ter fritado pneus na curva 6. Ficou na segunda posição, a 0s107 do companheiro, com 1m14s470. Essa foi a 27ª pole position da carreira de Rosberg, que repete o feito do pai, Keke Rosberg, que conquistou a última pole em Hockenheim, há 30 anos.

Os dois carros da Red Bull formaram a segunda fila, com Daniel Ricciardo e Max Verstappen, e os da Ferrari saíram juntos na 3ª fila, com Kimi Raikkonen em 5º e Sebastian Vettel, em 6º. Felipe Massa, pela primeira vez desde o GP da Áustria, ficou entre os 10 primeiros, na 10ª posição, enquanto o outro brasileiro, Felipe Nasr, era 21º, à frente apenas do companheiro de equipe, Marcus Ericsson, mas acabou ganhando a 29ª posição, com a punição aplicada a Romain Grosjean, que caiu da 15ª para a 22ª.

A sessão de classificação para o GP da Alemanha foi disputada sob nuvens negras, mas sem previsão de chuva, com temperatura ambiente de 26 graus e na pista começando com 39 graus e chegando a 43.

No Q1, a maioria dos pilotos saiu com pneus supermacios, exceto os dois da Mercedes, que preferiram os macios. Rio Haryanto foi o primeiro a marcar tempo, com 1m17s701. Em seguida foram para a pista Romain Grosjean, que deve perder 5 posições no grid por ter trocado a caixa de câmbio, e fez o tempo de 1m17s276; Esteban Gutierrez, com 1m17s052 e Pascal Wehrlein, com 1m17s350.

Os dois carros da Mercedes só saíram dos boxes nove minutos depois de iniciado o treino. Rosberg foi o primeiro a fazer a volta lançada, com 1m15s485, sendo superado por Lewis Hamilton, que cravou 1m15s243. Nos últimos três minutos, as nove primeiras posições estavam definidas, com Hamilton, Rosberg, Ricciardo, Verstappen, Raikkonen, Vettel, Bottas, Perez, Hulkenberg.

A essa altura, Alonso era o 10º colocado e Massa, o 15º. No último minuto houve uma intensa luta e troca de colocações, com vários pilotos escapando da degola na última hora. Foram eliminados Magnussen, Wehrlein. Kvyat, Haryanto, Nasr e Ericsson.

No Q2, Rosberg e Hamilton foram juntos para a pista, logo no primeiro minuto, com pneus supermacios, e o inglês, mais rápido no 3º setor, saiu à frente, com 1m14s748, contra 1m14s839. Verstappen assumiu a 3ª posição, com 1m15s124, e Ricciardo a 4ª, com 1m15s602, seguido de Vettel, com 1m15s630. Felipe Massa foi atrapalhado por Carlos Sainz e perdeu a sua primeira volta lançada, chegou a cair, de novo para a 15ª posição, mas se recuperou na segunda tentativa, garantindo a 10ª posição. De novo, depois de uma acirrada disputa, foram eliminados Gutierrez, Button, Sainz, Alonso, Grosjean e Palmer.

No Q3, com todos os pilotos usando os pneus supermacios, Vettel foi o primeiro a marcar tempo, com 1m15s619. Hamilton, que foi para a pista aos três minutos da etapa, assumiu a liderança, com 1m14s486, e Rosberg teve de abortar a tentativa, por causa do problema eletrônico na unidade de potência.

Enquanto o alemão permanecia no box para reparar a falha, Verstappen ocupava a segunda posição com 1m15s103, Ricciardo, a 3ª, com 1m14s726 e Raikkonen, a 4ª, com 1m15s142. Bottas e Massa, com apenas um jogo de pneus disponível, tiveram que esperar a pista emborrachar e esquentar mais, para fazerem suas tentativas. E no final, Bottas marcou 1m15s530, para ser o 8º colocado, e Massa, que com 1m15s615, chegou a estar em 6º, terminou na 10ª posição.

Aos nove minutos, Rosberg voltou para a pista, foi mais rápido do que Hamilton nos três setores e, com 1m14s363, tomou a pole. O inglês ainda fez uma última tentativa para recuperar a posição e parecia que ia conseguir, com melhores tempos nos dois primeiros setores, mas um errinho na curva 6 o impediu a de retomar a posição.

Grid

 

1 Nico Rosberg

Mercedes

1m14s363

2 Lewis Hamilton

Mercedes

1m14s470

3 Daniel Ricciardo

Red Bull

1m14s726

4 Max Verstappen

Red Bull

1m14s834

5 Kimi Raikkonen

Ferrari

1m15s142

6 Sebastian Vettel

Ferrari

1m15s315

7 Valtteri Bottas

Williams

1m15s530

8 Nico Hulkenberg

Force India

1m15s510

9 Sergio Perez

Force India

1m15s537

10 Felipe Massa

Williams

1m15s615

11 Esteban Gutierrez

Haas

1m15s883

12 Jenson Button

McLaren

1m15s909

13 Fernando Alonso

McLaren

1m16s041

14 Jolyon Palmer

Renault

1m16s665

15 Kevin Magnussen

Renault

1m16s716

16 Carlos Sainz

Toro Rosso

1m15s989

17 Pascal Wehrlein

Manor

1m16s717

18 Daniil Kvyat

Toro Rosso

1m16s876

19 Rio Haryanto

Manor

1m16s977

20 Romain Grosjean

Haas

1m16s086

21 Felipe Nasr

Sauber

1m17s123

22 Marcus Ericsson

Sauber

1m17s238

Carlos Sainz perdeu 3 posições, por atrapalhar Felipe Massa em volta da classificação. Romain Grosjean perdeu 10 posições, por trocar a caixa de câmbio; Nico Hulkenberg perdeu uma posição, por uso incorreto de pneus no Q1.

 Corrida

O pole position Nico Rosberg largou mal e Lewis Hamilton saltou na frente e venceu o Grande Prêmio da Alemanha de ponta a ponta, disparando na classificação dos pilotos, com 19 pontos de vantagem sobre o companheiro de equipe (217 a 198). Foi a 49ª vitória da carreira e a 6ª da temporada do piloto inglês, que completou as 67 voltas do percurso em 1h30m44s200, com 6s990 de vantagem sobre o segundo colocado, Daniel Ricciardo, e 13s413 sobre o terceiro, Max Verstappen, ambos da Red Bull. Nico Rosberg, que além de problema de potência na largada, teve de pagar cinco segundos de punição, por forçar a passagem sobre Max Verstappen, ficou na 4ª colocação. A volta mais rápida foi de Daniel Ricciardo, na 48, com 1m18s442.

Os brasileiros Felipe Massa e Felipe Nasr não completaram a prova. Massa parou na volta 39, por falta de aderência, devido a problema na roda traseira direita, atingida por Jolyon Palmer, na largada. Nasr abandonou na volta 62, por problemas mecânicos. Na largada, Hamilton saltou na frente de Rosberg, que saiu muito lentamente e caiu para a 4ª posição, enquanto Verstappen passava por, por fora, Ricciardo para assumir o segundo lugar.

Vettel ultrapassou Raikkonen e ficou em 5º. Massa, tocado por Palmer, caiu para 11º e Nasr, com boa saída, pulou da 21º para 16ª posição. Na 2ª volta, Rosberg pressionou Ricciardo pelo 3º lugar, mas o australiano resistiu e manteve a posição. Na volta 9, Sainz passa por Massa, que é também superado por Magnussen e cai para o 13º lugar. Na 15ª, Rosberg faz uma parada demorada e volta em 6º, ao passo que Hamilton, com grande vantagem, para na 15ª e retorna ainda na liderança. Na 20ª volta, depois da primeira bateria de pit stops, os 10 primeiros são Hamilton, Verstappen, Ricciardo, Rosberg, Vettel, Raikkonen, Bottas, Hulkenberg, Button. Massa, nessa volta é ultrapassado no grampo, caindo para 14º, e na 22 é superado também por Magnussen e Sainz, passando a 16º.

Na volta 20, Nasr voltou à 20ª posição.Na volta 29, na disputa pelo 5º lugar, Rosberg força a passagem e joga Verstappen para fora da pista e, julgado pelos comissários teve de cumprir um stop&go de 5 segundos, o que ele fez na parada seguinte. Na volta 33, Vettel toma o 6º lugar de Bottas e o 5º de Raikkonen, ficando atrás de Hamilton, Verstappen, Ricciardo e Rosberg. Na volta 39, Massa, que era 18º, deixou a pista e a Williams informou que havia qualquer coisa quebrada no carro, mas ainda não sabiam o que era. Pouco depois o piloto explicou à TV Globo que a roda traseira foi entortada na batida de Palmer e o carro perdeu toda a aderência.Na volta 40, depois de uma segunda série de paradas, Hamilton continua em 1º, com 9s8 de frente sobre Rosberg, que é seguido de Verstappen, Ricciardo, Vettel, Raikkonen, Hulkenberg, Bottas, Button e Alonso. Na 45, Rosberg faz a sua segunda parada, cumpre o stop&go, mas o cronometro falha e a equipe o segura por 8s6, o que acabou prejudicando a sua corrida, pois poderia ter pelo menos passado à frente de Verstappen. A essa altura, Ricciardo já tinha passado por Verstappen e assumido a segunda colocação, que manteve até o final.

Alguns dos poucos melhores momentos da corrida aconteceram nas voltas finais. Na 60, depois de uma boa disputa, Hulkenberg tomou o 7º lugar de Bottas, que já tinha seus pneus macios bastante desgastados.  Na 65, Perez e Alonso disputam roda a roda a 10 posição, com vantagem do piloto mexicano e Button passa por Bottas, para ser o 8º.

A classificação do GP da Alemanha ficou assim:

 

Posição Piloto Equipe Tempo
Lewis Hamilton Mercedes 1h30m44s200
Daniel Ricciardo Red Bull 1h30m51s196
Max Verstappen Red Bull 1h30m57s613
Nico Rosberg Mercedes 1h31m00s045
Sebastian Vettel Ferrari 1h31m16s770
Kimi Raikkonen Ferrari 1h31m21s223
Nico Hulkenberg Force India 1h31m54s249
Jenson Button McLaren 1 volta
Valtteri Bottas Williams 1 volta
10º Sergio Perez Force India 1 volta
11º Esteban Gutierrez Haas 1 volta
12º Fernando Alonso McLaren 1 volta
13º Romain Grosjean Haas 1 volta
14º Carlos Sainz Toro Rosso 1 volta
15º Daniil Kvyat Toro Rosso 1 volta
16º Kevin Magnussen Renault 1 volta
17º Pascal Wehrlein Manor 2 voltas
18º Marcus Ericsson Sauber 2 voltas
19º Rio Haryanto Manor 2 voltas
Não completaram
Felipa Nasr Sauber
Felipe Massa Williams

 

Classificação

Piloto
Lewis Hamilton 217
Nico Rosberg 198
Daniel Ricciardo 133
Kimi Raikkonen 122
Sebastian Vettel 120
Max Verstappen 115
Valtteri Bottas 58
Sergio Perez 48
Felipe Massa 38
10º Nico Hulkenberg 33
11º Carlos Sainz 30
12º Romain Grosjean 28
13º Fernando Alonso 24
14º Daniil Kvyat 23
15º Jenson Button 17
16º Kevin Magnussen 6
17º Stoffel Vandoorne 1
18º Pascal Wehrlein 1
19º Jolyon Palmer 0
20º Marcus Ericsson 0
21º Felipe Nasr 0
22º Esteban Gutierrez 0
23º Rio Haryanto 0

 

Equipe
 Mercedes 415
Red Bull 256
Ferrari 242
Williams 96
Force India 81
Toro Rosso 45
McLaren 42
Haas 28
Renault 6
10º Manor 1
11º Sauber 0