1998

O Campeonato Mundial da Fórmula 1 de 1998 foi marcado pela disputa ferrenha pelos títulos de pilotos e de construtores, entre Mika Hakkinen e Michael Schumacher e entre McLaren e Ferrari. O duelo se manteve durante todo o campeonato, com os dois pilotos se revezando no lugar mais alto do pódio e ambos chegando à última corrida, no Japão, com chances de obter o título de campeão.

Aproveitando melhor as mudanças de regras, que permitiram o uso de pneus com ranhuras e reduziram a largura dos carros, para diminuir a pressão aerodinâmica, a McLaren ganhou com folga s duas primeiras corridas, na Austrália e no Brasil, com Mika Hakkinen em primeiro e David Coulthard em segundo lugar. Já na Austrália, a McLaren mostrou que usaria o jogo de equipe para buscar o título dos construtores. Determinou que o piloto que fizesse a primeira curva na frente teria preferência para vencer. Por isso, obedecendo ordem da equipe, Coulthard teve de devolver a liderança que havia tomado de Mika Hakkinen, depois de um pit stop problemático do finlandês.

A duas voltas do final, o escocês tirou o pé, deixou que Hakkinen emparelhasse com ele e cruzasse a linha de chegada em primeiro. No Brasil, os dois pilotos da McLaren ocuparam os primeiros lugares do grid e fizeram uma corrida perfeita, relegando Michael Schumacher ao terceiro lugar, a mais de um minuto do vencedor, Mika Hakkinen. O piloto da Ferrari recuperou-se, vencendo na Argentina, porém em Ímola _ no GP de San Marino _ Espanha e Mônaco voltou a prevalecer a dobradinha da McLaren. David Coulthard ganhou em Ímola e Mika Hakkinen na Espanha e Mônaco, livrando uma vantagem de 17 pontos sobre o companheiro de equipe e de 22 sobre Schumacher. O GP do Canadá teve um início conturbado.

Mika Hakkinen

Mika Hakkinen

Na primeira largada, o carro de Ralf Schumacher morreu no grid e na confusão que se seguiu, Alexander Wurz se chocou com o Sauber, de Jean Alesi, e este bateu no Prost de Jarno Trulli. Na relargada, Ralf rodou e fez Trulli passar sobre Alesi.  Mesmo tendo perdido tempo num stop&go, Michael Schumacher conseguiu se recuperar, passar vários adversários, inclusive o líder Giancarlo Fisichella, e ganhar a corrida.

Aproveitando-se ainda de erros e má sorte de Hakkinen e Coulthard, o piloto alemão venceu também os GPs da França e da Inglaterra, baixando para apenas 2 pontos a desvantagem em relação a Hakkinen. Este voltou a ampliar a vantagem com vitórias na Áustria e na Alemanha, mas Schumacher voltou a vencer na Hungria, diminuindo de novo a diferença para 7 pontos. A briga entre os dois pilotos foi interrompida na Bélgica, a segunda das duas únicas corridas que eles não venceram. Lá, após a largada, Coulthard rodou, provocando a carambolagem de 12 carros. Damon Hill que se beneficiou da relargada, assumindo a liderança, voltou a contar com a sorte, em dois momentos.

Primeiro, com o abandono de Mika Hakkinen, tocado por Johnny Herbert na relargada. Depois, quando, após ultrapassá-lo, Michael Schumacher, então líder, foi atingido por trás, por David Coulthard e teve de sair da pista. Schumacher ganhou na Itália e continuou com chances de ser campeão, mas com vitórias em Nurburgring, no GP de Luxemburgo _ que depois passou a se chamar GP da Europa _ e no GP do Japão, Mika Hakkinen ganhou seu primeiro mundial e garantiu também o título dos construtores para a McLaren.

Participantes

Equipe

Piloto

Chassi

Motor

Williams 1 – Jacques Villeneuve (Canadá)

2 – Heinz-Harald Frentzen (Alemanha)

FW20

Mecachrome

GC37-01

Ferrari 3 – Michael Schumacher (Alemanha)

4 –  Eddie Irvine  (Irlanda)

F300

Ferrari

047

Benetton 5 – Giancarlo Fisichella (Itália)

6 – Alexander Wurz (Áustria)

B198

Playlife

GC37-01

McLaren 7 – David Coulthard (Escócia)

8 – Mika Hakkinen (Finlândia)

MP4-13

Mercedes

FO11G

Jordan 9 – Damon Hill (Inglaterra)

10 – Ralf Schumacher (Alemanha)

198

Honda

MF 301 HC

Prost 11 – Olivier Panis (França)

12 – Jarno Trulli (Itália)

AP01

Peugeot

A16

Sauber 14 – Jean Alesi (França)

15 – Johnny Herbert (Inglaterra)

C17

Petronas

SPE-01D

Arrows 16 – Pedro Paulo Diniz (Brasil)

17 – Mika Salo (Finlândia)

A19

Arrows

T2-F1

Stewart 18 – Rubens Barrichello (Brasil)

19 –  Jan Magnussen (Dinamarca)Jos Verstappen (Holanda)

SF02

Ford

VJ Zetec-R

Tyrrell 20 – Ricardo Rosset (Brasil)

21 –  Toranosuke Takagi (Japão)

026

Ford

JD Zetec-R

Minardi 22 – Shinji Nakano (Japão)

23 –  Esteban Tuero (Argentina)

M198

Ford

JD Zetec-R

Calendário/vencedores

Data

GP Circuito Vencedor Equipe

Tempo

Média

08-03

Austrália Melbourne Mika Hakkinen McLaren

1h31m45s996

201,101

29-03

Brasil Interlagos Mika Hakkinen McLaren

1h37m11s747

190,763

12-04

Argentina Buenos Aires Michael Schumacher Ferrari

1h48m36s175

169,304

26-04

S. Marino Ímola David Coulthard McLaren

1h34m24s593

194,117

10-05

Espanha Barcelona Mika Hakkinen McLaren

1h33m37s621

196,863

24-05

Mônaco Monte Carlo Mika Hakkinen McLaren

1h51m23s595

141,458

07-06

Canadá Montreal Michael Schumacher Ferrari

1h40m57s355

181,296

28-06

França Magny-Cours Michael Schumacher Ferrari

1h34m45s026

190,963

12-07

Inglaterra Silverstone Michael Schumacher Ferrari

1h47m02s450

172,541

26-07

Áustria A1 Ring Mika Hakkinen McLaren

1h30m44s086

202,777

02-08

Alemanha Hockenheim Mika Hakkinen McLaren

1h20m47s984

227,997

16-08

Hungria Hungaroring Michael Schumacher Ferrari

1h45m25s550

174,062

30-08

Bélgica Spa Damon Hill McLaren

1h43m47s407

177,229

13-09

Itália Monza Michael Schumacher Ferrari

1h17m09s672

237,591

27-09

Luxemburgo Nurburgring Mika Hakkinen McLaren

1h32m14s789

198,534

01-11

Japão Suzuka Mika Hakkinen McLaren

1h27m22s536

205,229

Classificação/pilotos

Pos

Piloto

Equipe Pontos
1 Mika Hakkinen McLaren 100
2 Michael Schumacher Ferrari 86
3 David Coulthard McLaren 56
4 Eddie Irvine Ferrari 47
5 Jacques Villeneuve Williams 21
6 Damon Hill Jordan 20
7 Heinz-Harald Frentzen Williams 17
Alexander Wurz Benetton 17
9 Giancarlo Fisichella Benetton 16
10 Ralf Schumacher Jordan 14
11 Jean Alesi Sauber 09
12 Rubens Barrichello Stewart 04
13 Mika Salo Arrows 03
Pedro Paulo Diniz Arrows 03
15 Johnny Herbert Sauber 01
16 Jarno Trulli Prost 01
17 Jan Magnussen Stewart 01

Classificação / equipes

Pos. Equipe Pontos

1

McLaren

156

2

Ferrari

133

3

Williams

38

4

Jordan

34

5

Benetton

33

6

Sauber

10

7

Arrows

06

8

Stewart

05

9

Prost

01

10

Minardi

0

11

Tyrrell

0