1981

O campeonato de 1981 foi um dos mais empolgantes da Fórmula 1. O título foi decidido somente na última corrida, com três pilotos em condições de conquistar o Mundial: Nélson Piquet, Carlos Reutemann e Jacques Laffite. O campeão, com  três vitórias em 15 provas, foi o piloto brasileiro Nélson Piquet, com a Brabham BT 49.

Piquet não começou bem o campeonato, conseguindo apenas o terceiro lugar na primeira prova, nos Estados Unidos, e tendo de abandonar a corrida no Brasill depois de ter feito a pole. A reação começou em abril, na Argentina, onde ele fez a pole, a volta mais rápida e ganhou a corrida. Em seguida, venceu em Imola, fez a pole e liderou durante 58 das 76 voltas de Mônaco, mas saiu e a vitória ficou com Gilles Villeneuve. A má sorte continuou em Dijon Prenois, na França.

Nelson Piquet

Nelson Piquet

O brasileiro saiu atrás, ocupou a liderança durante 58 das 76 voltas, põem acabou em terceiro. Piquet venceu de novo em Hockenheim, na Alemanha, superando Prost, que tinha feito a pole, e Alan Jones, que liderou a prova durante 38 voltas. Nos três últimos GPs, o brasileiro fez apenas o suficiente para manter a vantagem e o título: 2º na Holanda; 5º no Canadá, e 5º nos Estados Unidos.

Das quinze corridas, quatro foram encerradas antes do tempo previsto por causa das chuvas, e foi por usar pneus slick (pistas secas), que Nélson Piquet perdeu o Grande Prêmio do Brasil para o argentino Carlos Reutemann. A prova foi interrompida, na 62ª das 63 voltas, depois de duas horas de corrida.  Com essa vitória, Reutemann tornou-se tricampeão do GP do Brasil, pilotando uma Williams Ford. No Grande Prêmio da Bélgica, os próprios pilotos tomaram a iniciativa de parar a corrida, depois da segunda volta, devido a um acidente ainda no grid.

A prova foi reiniciada, mas teve de ser suspensa definitivamente na 54ª das 76 voltas, devido à chuva. As outras duas provas prejudicadas pela chuva foram os GPs da França e do Canadá.

Emerson Fittipaldi não participou da temporada e os dois carros da equipe foram conduzidos por Keke Rosberg e Chico Serra.. O Campeonato Mundial de Marcas ficou com a Williams. Participaram: Williams Saudia TAG, Leyland, Tyrrel, Brabham Parmalat, Marlboro McLaren, ATS, Lotus Essex JPS, Ensign, Renault Elf, March, Fittipaldi, Marlboro Alfa Romeo, Talbot Ligier Gitanes, Ferrari, Arrows, Osella Denim, Theodore e Toleman Candy.

O regulamento técnico sofreu novas modificações, com a proibição das minissaias. O peso mínimo dos carros foi aumentado de 575 kg, em vigor de 1973 a 1980, para 585 kg. John Barnard, da McLaren, criou o chassi de fibra de carbono.

   1981 – Classificação – Pilotos

Pos. Piloto Páis Equipe Pts

Nelson Piquet Brasil Brabham 50

Carlos Reutemann Argentina Williams 49

Alan Jones Austrália Williams 46

Jacque Lafite França Ligier 44

 5º

Alain Prost França Renault 43

John Watson EUA McLaren 27

Gilles Villeneuve Canadá Ferrari 25

Elio de Angelis Itália Lotus 14

René Arnoux França Renault 11
Hector Rebaque México Brabham 11

11º

Riccardo Patrese Itália Arrows 10
Eddie Cheever EUA Tyrrell 11

13º

Didier Pironi França Ferrari 09

14º

Nigel Mansell Inglaterra Lotus 08
  15º Bruno Giacomeli Itália Alfa Romeo 07
  16º Marc Surer Suiça Theodore 04
  17º Mario Andretti EUA Alfa Romeo 02
   18º Andréa de Cesari Itália McLaren 01
Patrick Tambay França Ligier 01
Slim Borgudd Suécia ATS 01
Eliseo Salazar Chile Ensign 01

1981 – Campeonato de Marcas

Pos.

Equipes

Pts.

Williams

95

Brabham

61

Renault

54

Ligier

44

Ferrari

34

McLaren

28

Lotus

22

Arrows

10

Alf Romeo

10

Tyrrell

10

11º

Ensign

10

12

Theodore

01

ATS

01

1981 –  Grandes Prêmios

 
Dia GP Circuito Voltas Vencedor Equipe Tempo
15/03 EUA – Oeste Long Beach 80,5 – 261,625 km Alan  Jones Williams 1h50m41s33
20/03 Brasil Jacarepagua 62 – 311,922 km C. Rutemann Williams 2h00m23s66
12/04 Argentina Buenos Aires 53– 316,304 km Nelson Piquet Brabham 1h34m32s74
03/05 San Marino Ímola 60 – 302,400 Nelson Piquet Brabham 1h51m2397
17/05 Belgica Zolder 54 230,148 km C. Reutemann Williams 1h16m3161
31/05 Mônaco Monte Carlo 76 – 251,712 km G. Villeneuve Ferrari 1h54m23s38
21/06 Espanha Jarama 80 – 264,970 km G. Villeneuve Ferrari 1h46m35s01
05/07 França Dijon-Prenois 80 – 304 km Alain Prost Renault 1h35m48s13
18/07 Inglaterra Silverstone 68– 320,892  km John Watson McLaren 1h26m54s80
02/08 Alemanha Hockenheim 45 – 305,505 km Nelson Piquet Brabham 1h25m55s60
16/08 Austria Osterreichring 53 – 314,926 km J. Laffite Ligir 1h27m3647
30/08 Holanda Zandvoort 72 – 306,144 km Alain Prost Renault 1h40m22s43
13/09 Italia Monza 52 – 301,600  km Alain Prost Renault 1h26m36s897
27/09 Canadá Montreal 63 – 277,830  km J. Laffite Ligier 2h01m25s20
17/10 EUA Ls Vegas 75 – 273,750 km Alan Jones Williams 1h44m09077