1961

Phil Hill, da Ferrari, foi o campeão de 1961, tornando-se o primeiro norte-americano a conquistar o título mundial da Fórmula 1. Depois dos motores traseiros, a grande novidade em termos de desenvolvimento foi o lançamento da Lotus 25, com chassi monocoque, feito por Colin Chapman, utilizado até hoje nos carros da Fórmula 1. esse ano houve significativas mudanças no regulamento da Fórmula 1, com o objetivo de aumentar a segurança dos pilotos e do público. A potência dos motores foi reduzida, devendo ter no mínimo 1.300 e, no máximo, 1.500 cilindradas com compressor, sem superalimentação; combustível comercial.

É estabelecido pela primeira vez o limite mínimo de peso do carro: 450 Kg, incluindo óleo e água, mas não o combustível. A temporada foi marcada pelo maior acidente envolvendo espectadores já registrado na Fórmula 1.  No GP da Itália, num  “pega” com Clark, a Ferrari de Von Trips  se lançou sobre  a assistência, matando o piloto e mais 14 espectadores. No GP da Holanda ocorreu um fato inédito: todos os 15 carros que largaram, completaram a corrida. Foram disputados oito Grandes Prêmios, com a participação de 53 pilotos, dos quais só 17 fizeram pontos e figuraram na classificação final. Pelo sistema de descartes, foram computados os 5 melhores resultados das oito corridas.

Campeão de 1961, Phil Hill

Phil Hill

A atribuição de pontos por corrida mudou outra vez e o novo critério vigorou até 1990: 1º lugar, 9 pontos; 2º lugar, 6 pontos; 3º lugar, 4 pontos; 4º lugar 3 pontos; 5º lugar, 2 pontos, e  6º lugar, 1 ponto. Stirling Moss saiu na frente na classificação, vencendo o Grande Prêmio de Mônaco, disputado no dia 14 de maio. Wolfgang von Trips venceu a segunda corrida,  em Zandvoort, na Holanda; Phill Hill foi o primeiro na Bélgica; Baghetti ganhou na França; von Trips voltou a vencer na Inglaterra; Moss venceu de novo na Alemanha; Hill chegou em primeiro na Itália, e Ireland fechou o campeonato com vitória em Watkins Glen, nos Estados Unidos.

   1961 – Classificação – Pilotos

Pos. Piloto Páis Equipe Pts

Phil Hill EUA Ferrari 34

Wolfgng von Trips Alemanha Ferrari 33

Stirling  Moss Inglaterra Lotus 21
Dan Gurney EUA Porsche 21

Richie Ginther EUA Ferrari 16

Innes Ireland Inglaterra Lotus 12

Jim Clark Escócia Lotus 11
Bruce McLaren Nova Zelandia Cooper 11

Giancarlo Bagheti Itália Ferrari 09

10º

Tony Brooks Inglaterra BRM 06

11º

Jack Brabham Austrália Cooper 04
John Surtees Inglaterra Cooper 04

13º

Jackie Lewis Inglaterra Cooper 03
Olivier Gendebien Bélgica Lotus 03
Jo Bonnier Suécia BRM 03
Graham Hill Inglaterra BRM 03

17º

Roy Salvadori Inglaterra Cooper 02

1961 –  Campeonato Mundial de Construtores

Pos.

Equipes

Pts.

Ferrari

45

Lotus

35

Porsche

22

Cooper-Climax

14

BRM

07

Participaram ainda: Cooper-Maserati, Gilby, Lótus-Maserati, Emeryson, De Tomaso-Alfa-Romeo, Ferguson, De Tomaso-Osca e JBW.

1961 –  GRANDES   PRÊMIOS

 
Dia GP Circuito Voltas Vencedor Equipe Tempo
14/05 Monaco Monte Carlo 100 – 313,800 km Stirling Moss Lotus 2h45m50s1
22/05 Holanda Zandvoor 75 – 313,875  km von Trips Ferrari 2h01m521
18/06 Belgica Spa 30 –  422,400 km Phil Hill Ferrari 2n03m03s8
02/07 França Reims 52 – 431,600  km G. Baghetti Ferrari 2h14m17s5
15/07 Inglaterra Aintree 75 – 362,100  km W. von Trips Ferrari 2h40m53s6
06/08 Alemanha Nurbrurgring 15 – 341,580  km Stirling Moss Lotus 2h18m12s4
10/09 Italia Monza 43 –430  km Phil Hill Ferrari 2h03m13s
08/10 EUA Watkins Glen 100 – 370  km Innes Ireland Lotus 2h13m45s8