1959

O austríaco Jack Brabham conquistou, no campeonato de 1959,  o primeiro dos seus três títulos mundiais, revelando ao círculo da Fórmula 1 um dos mitos do automobilismo, o Black-Jack. Tendo nas mãos o pequeno Cooper Climax, Brabham venceu dois dos nove grandes prêmios disputados nesse ano. A Cooper, com 40 pontos (descarte de 13) foi também a campeã do Campeonato Mundial de Marcas. O título de Brabham veio somente na última prova da temporada, de forma espetacular.

Ele teve que empurrar o seu Cooper Climax por cerca de 800 metros, para terminar em quarto lugar, conseguindo os pontos necessários para tirar o título de Tonny Brooks. Foi também o primeiro sucesso de um carro inglês e de uma nova concepção técnica: o motor colocado às costas do piloto.

Jack Brabham, um dos pilotos mais arrojados da história da Fórmula 1, viria também se tornar, em 1966, o único chefe de equipe a vencer um Grande Prêmio com um carro que ele mesmo construiu. Por problemas políticos e financeiros, o GP da Alemanha foi disputado em Avus, em Berlim Oeste, e não em Nurburgring.

Campeão de 1959, Jack Brabham

Jack Brabham

E a corrida, no dia 2 de agosto, foi marcada pela morte de Jean Behra, da Porsche, um dos pilotos mais populares da época. No GP dos Estados Unidos, Brabham ficou sem gasolina, quando éra primeiro colocado, e, como já acontecera antes, foi obrigado a cruzar a linha empurrando o carro, para garantir o quarto lugar e o título da temporada.

Pela primeira vez, desde 1953, o GP da Argentina foi cancelado e a Fórmula 1 não atravessou o Atlântico. Jack Brabham, Stirling Moss Tony Brooks se revezaram na primeira colocação da maioria dos GPs. Brabham venceu em Mônaco e na Inglaterra; Moss ganhou em Portugal e na Itália; Peter Brooks foi o primeiro na França e  Alemanha. O sueco Joakin Bonnier ganhou na Holanda e o neozelandês Bruce McLaren venceu nos Estados Unidos.

   1959 – Classificação – Pilotos

Pos. Piloto Páis Equipe PTs

Jack Brabham Austrália Cooper 31

Tony Broos Inglaterra Ferrari 27

Stirling Moss Inglaterra Cooper 25,5

`hil Hill EUA Ferrari 20

Maurice Trintignant França Cooper 19

Bruce McLaren Nova Zelandia Cooper 16,5

San Gurney EUA Ferrari 13

Jo Bonnier Suécia BRM 10
Masten Gregory EUA Cooper 10

10º

Rodger Ward EUA Kurtis Kraft 08

11º

Jim Rathmann EUA Watson 06

12º

Innes Ireland EUA Lotus 05
Harry Schell EUA Cooper 05

14º

Johnny Thonson EUA Lesovsky 04

15º

Olivier Gendebien Bélgica Ferrari 03
Tony Betenhausen EUA Epperly 03

17º

Cliff Allison Inglaterra Ferrari 02
Jean Behra França Ferrari 02
Paul Goldsmith EUA Epperly 02

Os outros 69 concorrentes não pontuaram.

1959 –  Campeonato Mundial de Construtores

Pos.

Equipes

Pts.

Cooper-Climax

40

Ferrari

32

BRM

18

Lotus

05

Concorreram também: Aston Martin, Cooper-Maserati, Epperly, Kurtis Kraft, Porsche, Maserati, Kuzma, Cooper-Borgward, Moore, Dunn, Cooper-Osca, Tec-Mec, Connaught, Watson, JBW, Elder, Phillips, Vanwall, Christensen, Fry, Lesovsky e Sutton.

Nessa temporada, mais um brasileiro entrou para a Fórmula 1: Fritz D`Orey fez sua estréia no GP da França, saindo em 16º lugar, entre 21 corredores, e terminou em 10º, entre 11. Na Inglaterra, D`Orey saiu em último e abandonou na 57ª volta, depois de um acidente. O brasileiro ficou fora de três GPs e só voltou na última prova do campeonato, nos Estados Unidos. Saiu em penúltimo lugar e abandonou logo na 8ª volta, devido a vazamento de óleo. Essa foi também sua última aparição na Fórmula 1.

1959 –  GRANDES   PRÊMIOS

 
Dia GP Circuito Voltas Vencedor Equipe Tempo
10/05 Mônaco Monte Carlo 100 – 313,800 km Jack Brbham Cooper 2h55m51s3
30/05 500 Milhas Inidianapolis 200 – 804,672 km Rodger Ward Watson 3h40m4920
31/05 Holanda Zandvoort 75 – 313,875 km Jô Bonnier BRM 2h05m26s8
05/07 França Reims 50 – 415 km Tony Brooks Ferrari 2h01m26a5
18/07 Inglaterra Aintree 75 – 362,100 km Jack Brabham Cooper 2h30m11s6
02/08 Alemanha Berlim 60 –  498 km Tony Brooks Ferrari 2h09m31s6
23/08 Portugal Monsanto 62 – 636,350 km Stirling Moss Cooper 2h11m55s41
13/09 Itália Monza 72 – 414 km Stirling Moss Cooper 2h04m05s4
12/12 EUA Sebring 42 – 350,080 km Bruce McLaren Cooper 2h12m35s7