1957

Em 1957, Juan Manuel Fangio conquistou o seu quinto campeonato mundial de Fórmula 1 e, com 47 anos, tornou-se o primeiro e único tetracampeão consecutivo. Correndo novamente com uma Maserati, venceu quatro dos oito grandes prêmios válidos para o campeonato. Stirling Moss, que passou a correr pela Vanwall, ganhou três corridas e o norte-americano Sam Hanks, da Epperly, veenceu as 500 Milhas de Indianápolis. A prova mais emocionante da temporada foi o Grande Prêmio de Nurburgring, na Alemanha, quando Fangio, depois de parar para trocar um pneu (na época eram pneus finos de 5 polegadas), bateu o recorde da pista durante dez voltas consecutivas e nas voltas finais passou pelos pilotos da Ferrari, Peter Collins e Mike Hawthorn , conquistando uma das mais importantes vitórias de sua carreira.

Campeão de 1957, Juan Manuel Fangio

Juan Manuel Fangio

Na abertura da temporada, na Argentina, Fangio foi novamente o vencedor e a Maserati colocou seus quatro carros nas quatro primeiras colocações. Em Mônaco, quatro meses depois, um acidente na entrada da “chicane” tirou da corrida Stirling Moss, Peter Collins e Mike Hawthorrn, e Fangio ganhou tranquilamente de novo. Mas o herói da tarde foi Jack Brabham, que cruzou a linha de chegada empurrando seu Cooper, sob aplausos da torcida. Fangio e Moss dividiram as vitórias nos GPs seguintes: Fangio venceu na França; Moss ganhou  na Inglaterra; Fangio foi primeiro na Alemanha; Moss ganhou o GP de Pescara e o GP da Itália, em Monza.

 

   1957 – Classificação – Pilotos

Pos. Piloto Páis Equipe Pts

Juan Manuel Fangio Argentina Maserati 40

Stirling Moss Inglaterra Vanwall 25
   3º Luigi Musso Itália Ferrari 16

Mike Hawthon Inglaterra Ferrari 13

Tony Brooks Inglaterra Vanwall 11

Mastern Gregory EUA Maserati 10
Harry Schell EUA Maserari 10

Sam Hanks EUA Epperly 08
Peter Collins Inglaterra Ferrari 08

10º

Jim Rathmann EUA Epperly 06
Jan Behra França Maserati 06

12º

Stuart Lwis-Evans Inglaterra Vanwall 05
Maurice Trintignant França Ferrari 05

14º

Wolfgang von Trips Alemanha Ferrari 04
Carlos Menditeguy Argentina Maserari 04
Jimmy Brian EUA Kuzma 04
  17º Paul Russo EUA Kurtis Kraft 03
  18º Andy Linden EUA Kurtis Kraft 02
Roy Salvadori Inglaterra Cooper 02
  20º Giorgio Scarlatti Itália Maserati 01
Alfonso de Portago Espanha Ferrari 01
José Froilan Gonzalez Argentina Ferrari 01

Esse foi um ano negativo para o automobilismo, com a morte de três pilotos em provas de outras categorias e um da Fórmula 1, o italiano Eugenio Castelotti, num treino para o GP de Monza. No final do campeonato, a Maserati anunciou sua retirada das pistas.

1957 –  Grandes Prêmios

Dia GP Circuito Voltas Vencedor Equipe Tempo
13/01 Argentina B. Aires 100 – 390,800 km J. Manuel Fangio Maserati 3h00m55s9
19/05 Mônaco Monte Carlo 105 – 329,490 km J. Manuel Fangio Maserati 3h10m12s8
30/05 500 Milhas Indianápolis 200 – 804,672 km Sam Hanks Epperly 3h51m14s25
07/07 França Rouen 77 – 503,734 km J.Manuel Fangio Maserati 3h07m46s4
20/07 Inglaterra Aintree 90 – 434,520 Stirling Moss Vanwal 3h06m378
04/08 Alemanha Nurburgring 22 – 500,984 km J. Manuel Fangio Maserati 3h30m38s3
18/08 Pescara Estrada 18 – 465,084 km Stirlin Moss Vanwall 2h59m22s7
08/09 Itália Monza 87 – 500,850 km Stirling Moss Vnwall 2h35m039